Pandemia

Curitiba recebe mais doses e retoma campanha de vacinação contra a Covid-19

(Foto: Franklin de Freitas)

Com a chegada de novas doses de imunizantes contra a Covid-19, Curitiba retoma a campanha de vacinação hoje. A imunização começará pelos idosos acamados – no local onde vivem – de 85 anos ou mais que ainda não tenham tomado a primeira dose. A aplicação nos pontos de vacinação recomeça a partir da próxima segunda-feira e seguirá um cronograma para as pessoas entre 85 e 82 anos.

“Ainda temos uma quantidade de idosos acamados que não foram imunizados, optamos em começar por esse grupo que é mais vulnerável”, explicou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak. Na próxima segunda-feira, a vacinação será feita em idosos de 85 anos ou mais e em trabalhadores de saúde.

Para os idosos, a retomada vai acontecer em 13 pontos de vacinação, 11 deles são pontos fixos e dois no sistema drive-thru. Para os grupos de idosos a serem vacinados ao longo da semana não será necessário fazer agendamento.

Na próxima segunda-feira serão vacinadas pessoas com 85 anos ou mais; na terça-feira (2/3) as de 84 anos ou mais; na quarta-feira (3/3) os idosos de 83 anos ou mais; e na quinta-feira (4/5) a imunização será para pessoas de 82 anos ou mais.

A vacinação dos trabalhadores da saúde também terá início na próxima segunda-feira. Essa imunização acontecerá no Pavilhão da Cura, somente com o agendamento enviado pelo Saúde Já.

Serão convocados nesse momento trabalhadores de serviços de saúde que ainda não receberam a primeira dose. São profissionais que atuam em hospitais, clínicas médicas e serviços de remoção de urgência e emergência particulares.

“Caso Curitiba não receba novas doses, quando fecharmos esses grupos faremos um balanço das doses disponíveis para ver se há possibilidade de novas faixas etárias”, esclareceu Márcia. Esses profissionais não devem fazer a busca direta da imunização.

Mais vacinas

O secretário de Saúde do Paraná Beto Preto afirmou que o Estado deve receber mais doses de CoronaVac entre domingo e segunda-feira. O quantitativo, entanto não foi revelado. “E essas doses vão ser imediatamento distribuídas para o atendimento das faixas etárias dos idosos”, explicou Beto Preto.

Apesar disso, ontem o secretário voltou a pedir maior urgência por doses para o Paraná. O Estado não está entre aqueles que mais recebem doses, apesar da situação de alta de casos.

Sobre se o Estado iria comprar vacinas, Beto Preto não descartou a possibilidade, mas disse que a meta do governo é pressionar o Ministério da Saúde para o Estado ter as vacinas do Programa Nacional de Imunização. Há uma perspectiva de que o Paraná tenha 4 milhões de doses até maio.

Ontem, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que espera imunizar até junho 50% da população vacinável do país, atingindo 100% até o final do ano. Pelos cálculos do ministro, isso totalizaria cerca de 170 milhões de brasileiros. Segundo Pazuello, a conta exclui as pessoas que estão na faixa etária até 18 anos, mulheres grávidas, portadores de comorbidades graves e pessoas imunodeprimidas.

Cronograma da vacinação de idosos

85 anos ou mais: segunda-feira, 1º de março
84 anos ou mais: terça-feira, 2 de março
83 anos ou mais: quarta-feira, 3 de março
82 anos ou mais: quinta-feira, 4 de março

Locais fixos
Das 8h às 17h
1 - Pavilhão da Cura - Parque Barigui
2 – Unidade de Saúde Salvador Allende - Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 - Sítio Cercado
3 - US Vila Diana - Rua René Descartes, 724 – Abranches
4 - US Jardim Paranaense - Rua Pedro Nabosne, 57 - Alto Boqueirão
5 - US Camargo - Rua Pedro Violani, 364 - Cajuru
6 - US Ouvidor Pardinho - Rua 24 de Maio, 807 - Praça Ouvidor Pardinho
7- US Vila Feliz - Rua Pedro Gusso, 866 - Novo Mundo
8 - US Pinheiros - Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 - Santa Felicidade
9 - Clube da Gente CIC - R. Hilda Cadilhe de Oliveira
10 - Rua da Cidadania do Tatuquara - R. Olivardo Konoroski Bueno, s/n
11 - Rua da Cidadania do Fazendinha - Rua Carlos Klemtz, 1700

Drive-thru
Das 9h às 16h
1 - Pavilhão da Cura - Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
2 - Estacionamento do Santuário Nossa Senhora do Carmo - Boqueirão (entrada será feita exclusivamente pelo segundo portão do estacionamento, pela Rua Frederico Mauer)

Brasil passa dos 251 mil mortos pelo coronavírus

O número de pessoas que não resistiram à Covid-19 chegou a 251.498 ontem. Em 24 horas, foram registradas 1.541 novas mortes. O total de infectados pelo novo coronavírus chegou a 10.390.461. Entre quarta e ontem, foram confirmados 65.998 novos casos da doença. Ainda há 815.267 pessoas com casos ativos em acompanhamento por profissionais de saúde.

Curitiba — Curitiba registrou, ontem, 616 novos casos de Covid-19 e 20 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde. Até agora são 2.887 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia. Com os novos casos confirmados, 139.341 moradores de Curitiba testaram positivo para a Covid-19 desde o início da pandemia.

São 6.478 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. Ontem, a taxa de ocupação dos 363 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 estava em 92%. Eram29 leitos livres.

Paraná — A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná confirmou ontem 5.622 novos casos confirmados e 110 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 628.999 casos confirmados e 11.380 mortos em decorrência da doença.