Publicidade
Setor em alta

Curitiba se consolida como destino de turismo de negócios

(Foto: SMCS)

O turismo de negócios em Curitiba cresceu 35% nos últimos seis anos, é o que indica a Pesquisa de Demanda Turística realizada pelo Instituto Municipal de Turismo (IMT) em 2018. O destino que já era apontado pelo Ministério de Turismo como o terceiro mais procurado por estrangeiros para o turismo de negócios, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, vem ganhando espaço também entre os brasileiros.

Um balanço feito na cidade pelo Curitiba Convention & Visitors Bureau (CCVB) também reforça os números. De acordo com a entidade, os eventos sediados em Curitiba, em 2018, atraíram mais de 333 mil turistas e injetaram cerca de R$ 150 milhões para a economia local.

“A redução da alíquota do ISS de 5% para 2%, foi uma vitória para o setor, ações como essa e a captação de eventos têm apresentado excelentes resultados para Curitiba”, explica Tatiana Turra, presidente do IMT.

Outra entidade que também apresenta o destino de Curitiba com bons resultados é o ranking da CWT Meetings & Events, que divulgou o relatório Meeting & Events Future Trends 2019, onde a capital paranaense está entre os principais destinos para eventos de negócios na América Latina. 

Evento inédito 

Nos primeiros seis meses de 2019, 20 eventos contaram com o apoio do IMT e outros 25 eventos estão previstos até o final do ano, todos apoiados pelo Instituto. 

Um dos mais importantes acontece entre os dias 29 de setembro e 5 de outubro, quando a cidade vai receber o XXV Congresso Mundial da IUFRO, uma organização internacional de pesquisas florestais que se reúne a cada cinco anos. Esta é a primeira vez que o encontro acontece no hemisfério sul e na América Latina.

O destino Curitiba terá um estande na entrada da área da feira, que será feita no ExpoUnimed, onde vai expor trabalhos de engenharia florestal, biologia, artesanato e móveis em madeira. 

O IMT preparou roteiros de visitas técnicas para os parques: Passaúna, Iguaçu, Tanguá e o Jardim Botânico que serão visitados por mais de 400 pesquisadores. Dos quase 4 mil inscritos, 80% são estrangeiros.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES