Dia da árvore

Curitiba tem fama de capital ecológica, mas é apenas a sétima mais verde

Curitiba é a sétima capital brasileira com o maior número de árvores ou áreas verdes próximas de residências, indica o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o levantamento, 76,4% das edificações da cidade têm uma ávore próxima. Campo Grande (MS) é a cidade mais verde do país: o índice é de 96,4%. Em seguida, aparecem Goiânia (GO), com 89,5%; Porto Alegre (RS), com 82,9%; Belo Horizonte (MG), com 83%; Palmas (TO), com 80,1%; e João Pessoa (PB); com 78,6%.

Um dado que chama a atenção é que capitais que ficam na região amazônica têm a menor cobertura vegetal. Manaus (AM) tem apenas 25,1% de suas edificações perto da vegetação; Belém (PA) tem 22,4%, e Rio Branco (AC), apenas 13,9%.

O Paraná tem dez cidades entre as mais arborizadas do país (em que 100% das residências, segundo o Censo 2010, têm ávores por perto): Arapuã, Diamante do Norte, Guaporema, Indianópolis, Lobato, Miraselva, Nova Aliança do Ivaí, Porto Rico, Santa Inês e São Pedro do Paraná.

Entre as cidades de grande porte do Estado, a mais arborizada é Maringá (97,5%), seguida por Londrina (96,5%), Foz do Iguaçu (87,2%) e Cascavel (83,2%). Ponta Grossa tem apenas 57,2% das edificações perto de áeas verdes.

De acordo com um levantamento concluído em dezembro de 2011 pela prefeitura de Curitiba, a cidade tem 64,5 metros quadrados de áea verde por habitante (o índice anterior, de 2000, era de 51,5 metros quadrados). 

A Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda que as cidades tenham, no mínimo, 18 metros quadrados de áea verde por habitante. Em dez anos, entre 2001 e 2011, as áeas de cobertura vegetal da cidade passaram de 18% para 26%.