Publicidade
No segundo semestre

Curitiba vai ganhar um museu totalmente dedicado ao Faraó Tutankhamon

(Foto: Divulgação)

Maior complexo egípcio do país, a Ordem Rosacruz, AMORC, em parceria com o arqueólogo egípcio e cientista Zahi Hawass, por meio do projeto da empresa “Laboratorio Rosso”, da Itália, lançam em Curitiba no segundo semestre desse ano um novo museu: O Rei Menino de Ouro: Tutankhamon. Especialista na história do Faraó Tutankhamon, o professor Zahi Hawass concebeu a ideia e desenvolveu o conceito do novo museu.

Ao contrário do Museu Egípcio e Rosacruz que trabalha uma nova temática para suas exposições a cada dois anos, o novo espaço será totalmente dedicado a expor a história de Tutankhamon apresentando ao público réplicas fiéis às originais de algumas das peças que foram encontradas em sua tumba no ano de 1922. Essas peças foram confeccionadas pelo laboratório do Conselho de Antiguidades do Egito, no Cairo.

SAIBA TODOS OS DETALHES NO BARULHO CURITIBA

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES