Beleza de inverno

Curitiba vai ter corredor de cerejeiras; florada começou

Flores de cerejeiras começam a desabrochar
Flores de cerejeiras começam a desabrochar (Foto: Franklin de Freitas)

As redes sociais já registram diversos pontos de Curitiba onde as flores de cerejeira já estão desabrochando. Até o prefeito Rafael Greca fez uma postagem, ontem, no Facebook, apontando para o belo fenômeno do inverno curitibano, que ainda atrai turistas.

Tradicionais na cidade, a florada das cerejeiras virou uma espécie de símbolo do inverno na Capital, porque sua florada coincide com a estação mais fria do ano.

E, no futuro, Curitiba vai ter um corredor todo florido com elas. É que no começo deste mês a Prefeitura de Curitiba deu início ao mais novo corredor de ônibus colorido da cidade. As primeiras mudas de cerejeiras japonesas que vão trazer tons de cor-de-rosa à Avenida Sete de Setembro foram plantadas na altura da Praça do Japão, entre os bairros do Batel e Centro.

Serão plantados 500 exemplares da espécie até a Rua Tibagi, no sentido Centro, numa extensão de 2,8 quilômetros.

Mas as cerejeiras não são nativas. Em 1991, Curitiba recebeu as primeiras sakuras (cerejeira em japonês) vindas do Japão, que foram plantadas no Jardim Botânico e na Praça do Japão. As sementesforam coletadas e plantadas pela cidade. Elas se tornaram muito presentes nas ruas e praças do Jardim das Américas, por exemplo. Ainda há exemplares nas ruas do Cristo Rei e em outros bairros.

Mas o espetáculo dura pouco: a flores desabrocham e chegam ao auge em até 15 dias, dando novo colorido mesmo nos dias mais cinzas do inverno curitibano.