Pandemia

Curitiba volta à bandeira laranja após aumento no número de casos de coronavírus

Aumento no número de casos de covid-19 em Curitiba: bandeira laranja
Aumento no número de casos de covid-19 em Curitiba: bandeira laranja (Foto: Reprodução/youtube)

A Secretaria da Saúde de Curitiba decidiu retornar à bandeira laranja, medida que restringe o funcionamento de algumas atividades consideradas não essenciais na cidade. A capital estava em bandeira amarela desde 18 de agosto, depois de ficar mais de dois meses em bandeira laranja, de alerta médio. Quando a cidade adotou a bandeira laranja, no dia 13 de junho, Curitiba contava com 1.777 casos confirmados e 78 óbitos de moradores da Capital.

"Tivemos um aumento de 700 casos ativos em uma semana", disse Márcia Huçulak, secretária da Saúde de Curitiba. A taxa de replicação da doença também aumentou.

"As pessoas talvez entenderam que estava tudo liberado, que podia tudo. Lamentavelmente, com muita tristeza e preocupação, vamos (aumentar as restrições) no sentido de proteger a cidade. A gente diz isso quase chorando", afirmou Huçulak.

O decreto da nova bandeira laranja passa a valer a partir de segunda-feira (7 de setembro).

No boletim divulgado nessa sexta-feira (dia 4), a Secretaria da Saúde informou mais 12 mortes e mais 495 novos casos em Curitiba por covid-19. No total já são 34.812 casos confirmados na capital paranaense e 1.051 mortes.

NÚMEROS DA COVID-19 EM CURITIBA
Suspeitos: 596
Confirmados: 34.812
Recuperados: 29.185
Óbitos: 1.051
Internados: 495
Em UTI: 183

Dos 12 últimos óbitos, foram nove homens e três mulheres, todos com idades entre 55 a 97 anos.

Curitiba tem ocupados 81% dos 349 leitos de UTIs exclusivos para covid-19 do Sistema Único de Saúde (SUS), segundo a Secretaria da Saúde. Restam 67 leitos do de UTI SUS livres nos hospitais, que podem atender pacientes com coronavírus ou com síndrome respiratória aguda grave (SRAG).