Publicidade

Cursos ajudam empreendedor aspirante a tirar projeto do papel

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O gerente de TI Vilko Lacerda, 38, trabalha há sete anos em uma multinacional do setor financeiro. Mas seu sonho é ter um negócio próprio. Embora ainda não saiba exatamente quando vai concretizar o desejo nem em que ramo investir (está entre uma barbearia e uma loja virtual), ele decidiu estudar para se preparar para a transição.

Lacerda é um dos alunos do curso de extensão de empreendedorismo e gestão da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), voltado para novatos na área.

Ao longo de quatro meses, eles aprendem como montar um plano de negócio, com temas como localização e perfil dos funcionários.

"O futuro empreendedor descobre se o projeto de empresa é factível diante dos recursos disponíveis e se os resultados estarão dentro do que ele espera", diz o coordenador da PUC, Geraldo Borin.

Para Paulo Lemos, diretor de educação executiva da FGV (Fundação Getulio Vargas), os cursos servem para ajudar o aspirante a empreendedor a manter os pés no chão. "O problema de muitos empresários é que eles se apaixonam pelo seu produto e esquecem de analisar todas as variáveis do negócio."

A instituição tem um MBA Executivo em gestão de negócios, que dura três semestres, e vários cursos curtos na área, a partir de 16 horas.

No Centro Universitário FEI, as aulas de especialização na área têm duração de dois semestres e são voltadas para público diverso, desde aqueles com apenas uma ideia de negócio aos que já tocam sua própria empresa ou os profissionais intraempreendedores, que desenvolvem um projeto próprio dentro de uma empresa.

"A ideia é preparar o aluno para enfrentar possíveis adversidades. A taxa de mortalidade das empresas é altíssima nos primeiros dois anos", afirma Henrique Barros, coordenador do departamento de administração da instituição.

Com foco em startups, o Núcleo de Empreendedorismo da USP (Universidade de São Paulo) elaborou seis cursos online disponibilizados na plataforma Coursera gratuitamente.

As aulas sobre criação de startups e marketing digital são as mais buscadas. "O plano de negócios tradicional não se aplica às empresas de tecnologia, pois elas são baseadas em inovação, em modelos que não existem. Assim, trabalhamos com o empreendedorismo por hipótese, por experimentação", afirma o professor André Leme Fleury, coordenador do projeto na USP.

O Sebrae oferece um dos cursos mais populares entre candidatos a abrir uma empresa, o Aprender a Empreender, também online e gratuito.

Em 16 horas, o aluno tem uma noção de mercado, marketing e como analisar corretamente os resultados.

Para evitar erros básicos, Enio Pinto, gerente nacional do Sebrae, recomenda, além dos cursos, que o empresário busque a ajuda de um especialista. "O próprio Sebrae oferece um atendimento gratuito."

Aprender a Empreender

Onde: Sebrae

Duração: 16 Horas

Site: bit.ly/2kp8nux

Criação de Startups: Como Desenvolver Negócios Inovadores

Onde: Núcleo De Empreendedorismo Da Usp

Duração: 16 Horas

Site: bit.ly/19cqtpd

Empreendedorismo em Ação

Onde: Insper

Duração: 30 Horas

Site: bit.ly/2xho8wd

Especialização em Empreendedorismo

Onde: FEI

Duração: 2 Semestres

Site: bit.ly/2zj6qx6

Extensão em Empreendedorismo e Gestão

Onde: PUC-SP

Duração: 4 Meses

Site: bit.ly/2eyqynd

Graduação em Tecnologia em Empreendedorismo e Novos Negócios

Onde: Mackenzie

Duração: 4 Semestres

Site: bit.ly/2kkpen0

Marketing Digital

Onde: Núcleo De Empreendedorismo da Usp

Duração: 13 Horas

Site: bit.ly/19cqtpd

Mba em Empreendedorismo e Desenvolvimento de Novos Negócios

Onde: UNIP

Duração: 400 Horas

Site: bit.ly/2moz4vl

MBA Executivo em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios

Onde: FGV

Duração: 3 Semestres

Site: bit.ly/2wsxl8c

Pós em Gestão Empreendedora

Onde: Senac

Duração: 18 Meses

Site: bit.ly/2bdtbdi

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES