Publicidade
Política em Debate

Dança das cadeiras

(Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

O deputado federal paranaense Felipe Francischini deve substituir a deputada federal Joice Hasselmann (SP) na liderança do PSL na Câmara. Hasselmann anunciou hoje que está deixando o cargo para se dedicar à campanha para a prefeitura de Curitiba.

Roçando
Segundo o jornal O Globo, a decisão aconteceu na noite de ontem, em uma reunião virtual entre integrantes do PSL. A deputada confirmou que para ela “está tudo certo desde que o Felipe Francischini não fique roçando para o lado dos bolsonaristas”.

Erastinho
A Assembleia Legislativa vai repassar ao Hospital Erasto Gaertner R$ 2,5 milhões. O recurso será utilizado para a compra de equipamentos e mobiliários para o novo Hospital Erastinho em fase final de construção. O montante faz parte do total de quase R$ 8,3 milhões destinados ao Erastinho por meio de convênio assinado na quarta-feira no Palácio Iguaçu.

Emendas
“É um hospital de referência em câncer no Paraná e no Brasil e agora também na área de pediatria. É uma obra excepcional com um apelo social muito grande”, disse o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB). Além dos R$ 2,5 milhões, se somam ao convênio as emendas individuais do deputado Subtenente Everton (PSL) no valor de R$ 1 milhão, de R$ 500 mil do deputado Homero Marchese (PROS), mais R$ 500 mil do deputado Delegado Francischini (PSL) e R$ 80 mil do deputado Delegado Recalcatti (PSD). A deputada federal Leandre (PV) destinou R$ 750 mil por meio de emenda individual, a Secretaria de Estado da Saúde repassa outros R$ 2.776.237,86 com contrapartida do Hospital Erastinho de R$ 165.433,43.

Máscaras
O Senado aprovou ontem projeto de lei que obriga o uso de máscaras em locais públicos e privados enquanto durar a emergência de saúde pública causada pelo novo coronavírus. A proposta prevê multa em casos de descumprimento e determina que governadores ou prefeitos deverão definir e regulamentar o valor da punição. Por conta das modificações propostas pelo relator da matéria, senador Jean Paul Prates (PT-RN), o texto voltará para análise da Câmara dos Deputados.

Obrigatório
O projeto torna obrigatório o uso da máscara em espaços públicos, transportes coletivos e de individuais, locais privados acessíveis ao público, embarcações, aviões, estabelecimentos comerciais, igrejas e estabelecimentos prisionais. Também determina a adoção de medidas de assepsia em locais de acesso público, como meio de transportes. Caberá ao Poder Executivo veicular campanhas publicitárias informando a necessidade do uso de máscaras e a maneira correta de seu descarte, conforme recomendações do Ministério da Saúde. O texto também determina que o governo informe os valores recolhidos em multas nos portais de transparência e que destine os recursos para ações e serviços de saúde.

Auxílio
O Tribunal de Contas do Estado (TCE/PR) esclareceu ontem que não identificou pagamentos irregulares de auxílio emergencial do governo federal a agentes e servidores públicos de 14 municípios paranaenses. São eles: Centenário do Sul, Entre Rios do Oeste, Iguaraçu, Itaguajé, Juranda, Miraselva, Pinhalão, Ribeirão Claro, São Manoel do Paraná, Saudade do Iguaçu, Sertanópolis, Tomazina, Verê e Vitorino. Em texto divulgado anteriormente, o TCE havia afirmado que esse número era de 11 municípios.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES