Publicidade
Polêmica

'Daqueles governadores de 'paraíba', o pior é o do Maranhão', diz Bolsonaro sobre governadores do Nordeste

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro foi flagrado nesta sexta-feira (19 de julho) usando um termo pejorativo para se referir aos governadores nordestinos. Durante uma conversa informal antes do café da manhã com jornalistas, o presidente da República declarou: "Daqueles governadores de 'paraíba', o pior é o do Maranhão. Tem que ter nada com esse cara."

A fala do presidente ocorreu durante uma conversa informal com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e foi flagrada assim que o presidente se sentou na mesa para dar início a um café da manhã com a imprensa estrangeira no Palácio do Planalto. A TV Brasil, ligada ao próprio governo, foi quem flagrou a conversa, que não demorou a viralizar nas redes sociais.

O uso do termo pejorativo para se referir aos nordestinos, contudo, provocou a região dos governadores da região, que em nota manifestaram "espanto e profunda indignação" com Bolsonaro. O comunicado conclui: "Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia".

Flávio Dino, do PC do B e governador do Maranhão, se manifestou nas redes sociais, ressaltando que irá continuar a dialogar respeitosamente com as autoridades do governo federal e a colaborar administrativamente no que for possível. "Eu respeito os princípios da legalidade e impessoalidade (artigo 37 da Constituição)", disse.

Já João Azévedo, do PSB e governador da Paraíba, afirmou condenar qualquer postura que venha ferir os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes. A Paraíba e seu povo, assim como o Maranhão e os demais estados brasileiros, existem e precisam da atenção do governo federal independentemente das diferenças políticas existentes. Estaremos, neste sentido, sempre dispostos a manter as bases das relações institucionais junto aos entes federativos, vigilantes à garantia de tudo aquilo a que tem direito".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES