DECOR MIX

Décor de inverno: 5 dicas para aquecer os ambientes

Preparar a casa com ambientes mais convidativos e quentes, antes da chegada do inverno pode ser mais simples do que se imagina. O uso de materiais como madeira, além de peças de iluminação indireta, móveis e outros objetos de décor são soluções fáceis de serem aplicadas, sem necessidade de grandes reformas. Inspire-se em dicas criativas para deixar sua casa aquecida, com estilo:

Luz indireta

 

Luminária Íris, Ner Conceito, Furf Design e Mush Eco | Foto: Marcelo Stammer

 

Tendência que está em alta, a iluminação indireta traz aconchego à decoração de interiores. A luminária Íris, destaque deste living, é feita com micélio, fruto da parceria entre Ner Conceito, Furf Design e a startup Mush Eco. Com luz em tom quente - violeta, ela deixa o espaço mais intimista enquanto ajuda no crescimento de plantas. “Escolher colunas, abajures e arandelas com luz indireta, além de peças com materiais naturais ajuda a criar ambientes mais calorosos”, explica Fernando França, sócio da Ner Conceito.

 

Foco nos móveis

 

Sierra Curitiba | Foto Divulgação

 

Uma maneira de amenizar o frio dentro do lar é apostar na mistura de texturas e cores que deixem o espaço mais acolhedor. A atmosfera dessa sala se mantém aquecida graças aos diversos tipos de materiais do mobiliário, da Sierra Curitiba. Destaque para a combinação das estantes e mesas em madeira, com as poltronas e sofá em tecidos como o veludo, e cores como o cinza que reforçam o tom confortável do espaço. 

 

Padrões amadeirados

 

Projeto Daniela e Rafael Cerbatto, Braspan MDF. | Foto: Vivi Sonnenstrahl

 

A madeira é um isolante térmico natural e ganha destaque cada vez maior entre projetos de marcenaria que buscam enfatizar a sensação de bem-estar. O espaço assinado pela dupla de arquitetos Daniela e Rafael Cerbatto usa os acabamentos amadeirados da Braspan MDF, para criar uma composição diferenciada e atemporal. Os diferentes painéis, ripados e lisos, são uma alternativa interessante para quem deseja aquecer a casa, mesclando texturas.

 

Tons terrosos

 

Lais Aliski Casa | Foto: Patrícia Amâncio

 

Itens de decoração em tons terrosos podem transformar espaços, sem precisar fazer altos investimentos. Nesse espaço da Lais Aliski Casa, as capas de almofadas, quadros, taças de cristal e até mesmo folhas secas decorativas nessa coloração, surgem como uma alternativa simples de mudar e preparar os cômodos para a estação mais fria do ano, além de deixá-los mais arrumados.

 

Lareiras especiais

 

Sum Architecture | Foto: Francis Larsen

 

Em uma noite de inverno, a lareira faz com que os ambientes tornem-se um refúgio de aconchego. Mais do que promover calor imediato, a peça também pode ter um grande apelo decorativo. Nesta sala de descanso, que leva a assinatura do escritório Sum Architecture, a lareira em Mármore Olympia Red é a grande protagonista. Seu design clean contrasta com a vista para o jardim, tornando os momentos de convívio familiar e com os amigos ainda mais acolhedores e contemplativos.

 



Giuliano Marchiorato destaca tapete espiral em vitrine assinada

 

Vitrine Giuliano Marchiorato, Botteh Handmade Rugs | Foto: Bia Nauiack

 

Inspirado pelo clima árido e florestal, Giuliano Marchiorato assina as duas vitrines da Botteh Handmade Rugs. Destacando os tapetes da linha Espiral da marca, o arquiteto criou uma proposta lúdica e simbólica, criando um contraste entre os dois ambientes. No primeiro, com tons frios, a floresta é o plano de fundo para dar o protagonismo ao tapete Espiral em tons de azul e verde. O arquiteto ousou ao desenvolver uma estrutura para deixar o tapete suspenso, criando um elemento em formato de “onda” para destacar a peça.

 

Vitrine Giuliano Marchiorato, Botteh Handmade Rugs | Foto: Bia Nauiack

 

Na segunda vitrine, Giuliano foi ao oposto do primeiro espaço, inspirado no clima árido, destacou a mesma linha, mas na tonalidade em tons quentes. Apresentando o clima seco e rústico, o arquiteto usou na composição feno e plantas secas, criando essa relação com as cores e formas orgânicas do tapete. O ambiente também suspendeu o tapete, mas dessa vez na horizontal.

 

Para complementar a composição dos ambientes, Giuliano escolheu o mobiliário da Momenttum, assinado pela Roberta Banqueri; luminárias da Ner Conceito, assinadas pela Ana Neute; vegetação e vasos fornecidos pela Acer Haus e Organne, e, por fim, esculturas da Oda Design.

 

Coleção assinada por Juliana Vasconcelos e Matheus Barreto com exclusividade para Botteh Handmade Rugs | Foto: Divulgação