Publicidade
Fake news

Deputado ‘bolsonarista’ recorre ao STF para evitar depoimento à Polícia Federal

Filipe Barros (PSL): deputado alega que inquérito é "tentativa do Estado em iniciar uma caça às bruxas”
Filipe Barros (PSL): deputado alega que inquérito é "tentativa do Estado em iniciar uma caça às bruxas” (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

O deputado federal paranaense Filipe Barros (PSL), conhecido pelo alinhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) entrou com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal pedindo o cancelamento do depoimento dele à Polícia Federal marcado para hoje, em Londrina, dentro do inquérito que investiga a disseminação de notícias falsas e ameaças aos ministros da Corte.

Barros alega que não teve acesso aos autos. “Neste inquérito, as coisas não são da forma como preconiza a Lei, demonstrando uma clara tentativa do Estado em iniciar uma caça às bruxas”, afirmou a defesa do parlamentar.

Leia mais no blog Política em Debate

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES