EDUCAÇÃO

Deputados confirmam aval para volta às aulas

A Assembleia Legislativa confirmou ontem, a aprovação, em terceiro turno e redação final, do projeto do governo que inclui a educação entre as atividades essenciais que não podem ser paralisadas durante a pandemia da Covid-19. Com isso, os parlamentares deram o aval final para a volta às aulas nas escolas estaduais no próximo dia 1º. A proposta – que tramita em regime de urgência – segue agora para a sanção do governador Ratinho Júnior (PSD), após ser aprovada em duas sessões consecutivas ontem. Segundo o governo, as aulas voltarão em modelo híbrido, com no máximo 50% dos alunos participando presencialmente, e os demais, em sistema remoto.
Uma das emendas, assinada pelo deputado Do Carmo (PSL), estabelece que para o exercício da atividade e serviços educacionais ficará garantido aos profissionais a priorização para o recebimento de vacinas, conforme o plano estadual de vacinação, destinadas à imunização durante os períodos em que houver epidemias ou pandemias. Por enquanto, porém, não há previsão de quando professores e funcionários de escolas serão vacinados.
A APP-Sindicato é contra a volta às aulas presenciais no momento, afirmando que as escolas não oferecem segurança sanitária para professores, funcionários e alunos. O Paraná bateu, ontem, um novo recorde de internações relacionadas ao novo coronavírus, com 3.165 pessoas hospitalizadas.