Derrota no Atletiba deixa Coritiba na lanterna do returno

Do sonho da Libertadores ao fantasma do rebaixamento. O Coritiba, 15º colocado do Campeonato Brasileiro com 31 pontos, viu aumentar seu jejum de vitórias no último domingo (6), após perder de virada para o Atlético-PR, na Vila Capanema, por 2 a 1. Com a derrota, a equipe coxa-branca assumiu a lanterna do segundo turno do nacional.

A última vitória do time do Alto da Glória está prestes a completar um mês No encerramento do turno, contra o São Paulo, no dia oito de setembro, a equipe coxa-branca, com atuação inspirada de Alex, venceu por 2 a 0. Antes do triunfo contra os paulistas, a equipe já vivia um jejum de seis jogos. Com os três pontos, o time paranaense fechou o turno com 28 pontos, um aproveitamento de 49,12%, na oitava colocação.

No segundo turno as coisas desatinaram de vez. Em sete jogos, apenas três pontos – aproveitamento de 14,29%. Campanha que coloca o Coritiba na lanterna do returno, com a mesma pontuação do Criciúma – o Coxa, contudo, perde no saldo de gols (-9 contra -6). Os dois times, inclusive, são os únicos que ainda não venceram neste segundo turno.

A defesa coxa-branca, outrora tão elogiada, despencou de produção. No 1º turno, foram 20 gols sofridos, a quinta melhor defesa do nacional. No returno, Vanderlei e Vaná já tiveram de buscar a bola no fundo das redes em 15 oportunidades, a pior média do nacional – a segunda pior defesa do 2º turno, a do Criciúma, levou 13 gols nos últimos sete jogos.

O ataque também caiu de rendimento. No turno, foram 23 gols marcados, média de 1,21 por jogo. No returno, apenas seis – média de 0,85, a terceira pior do nacional.

Os desfalques são um dos principais fatores que têm prejudicado a equipe. Alex, Leandro Almeida, Júnior Urso, Willian Farias, Bottinelli e Deivid não conseguem uma sequência na equipe titular desde os bons tempos, quando o Coritiba ficou 10 rodadas sem perder no Brasileirão, chegando inclusive a liderar o campeonato.

Hoje, o Coritiba está a apenas dois pontos do Z4. A chance de rebaixamento, segundo o site Probabilidades no Futebol, é de 33,8%. Para piorar, o Coxa enfrenta fora de casa os principais rivais na luta contra o descenso – Ponte Preta, Vasco, Portuguesa e São Paulo. Em casa, confronto direto na parte de baixo da tabela apenas contra o Criciúma. Hora de ligar o sinal vermelho.