Publicidade
Sugar baby

Desempregados durante pandemia, aumenta a busca por patrocínio em rede social de sugar daddies

(Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

Em decorrência das medidas de isolamento social adotadas como forma de combate ao novo coronavírus (covid-19), estudantes estão buscando site de sugar daddy, a fim de obter ganhos financeiros com o relacionamento. Um levantamento realizado pelo Universo Sugar, aponta que 65% dos usuários cadastrados na condição de “Sugar Baby” (Patrocinada) no período de 28 de março a 5 de maio de 2020, são estudantes que ficaram desempregadas (os) no período da quarentena.

O risco de deixar pelo caminho o tão sonhado diploma é realidade para mais da metade dos estudantes inscritos no último mês.

Ainda segundo a pesquisa, 52% dos entrevistados temem que pandemia possa trazer riscos à continuidade do curso, enquanto 22% pretendem dar continuidade aos estudos seja qual for o cenário. Já 26 % avaliam desistir dos estudos em função do cenário atual.

De acordo com a pesquisa, estudantes da área de humanas são os mais afetados. Das 2.491 respondentes, 21% são do curso de Direito. Outros 19% afirmaram ser estudantes de Administração. 16% disseram ser universitárias de Arquitetura e Urbanismo. Já 12% são jovens do curso de Publicidade e Propaganda.

Na área de saúde, destacam-se universitários da área de Fisioterapia (10%), Estética (8%), Nutrição (6%) e Biomedicina (5%). O restante soma os demais cursos.

Os estados brasileiros que registram aumento de inscrições de estudantes no site de relacionamento:

São Paulo
Rio de Janeiro
Minas Gerais
Distrito Federal
Pará
Ceará
Paraná
Bahia
Goiás
Amazonas

Sugar Daddy - o termo em inglês, formado pela junção das palavras "açúcar" e "papai", é usado para denominar homens mais velhos que bancam despesas de mulheres mais jovens como retribuição do que se define em linhas gerais pelo Universo Sugar como “relacionamento”.

O Universo Sugar é uma rede social especializada para pessoas bem-sucedidas que queiram patrocinar o estilo de vida de seus parceiros (as). O relacionamento é claro e direto, pois, baseia-se no investimento econômico de homens ou mulheres em troca de uma relação afetiva. O objetivo da união é oferecer ganhos para as partes envolvidas no relacionamento. Atualmente existem mais 1 milhão de perfis ativos em todo o Brasil, além de membros do exterior.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES