Publicidade
Sul-Americana

Desfalcado, adversário do Atlético busca vitória inédita no Brasil

"Sarmiento comemora gol pelo Newell\u00b4s: meia-atacante \u00e9 o principal jogador da equipe, mas n\u00e3o enfrenta o Atl\u00e9tico"
"Sarmiento comemora gol pelo Newell\u00b4s: meia-atacante \u00e9 o principal jogador da equipe, mas n\u00e3o enfrenta o Atl\u00e9tico" (Foto: Reprodução/instagram.com/canoboficial)

O Newell's Old Boys, fundado em 1903 em Rosário, vai tentar nesta quinta-feira (dia 12) sua primeira vitória no Brasil. Por competições oficiais, o clube argentino veio cinco vezes para o território brasileiro e amargou quatro derrotas (duas para o São Paulo, uma para o Goiás e uma para o Atlético-MG). O melhor resultado foi um empate com o Grêmio, em 0 a 0, em 2013, pela Libertadores. 

O confronto será nesta quinta-feira às 19h15, na Arena da Baixada, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. A partida de volta será em 10 de maio, no Estádio Marcelo Bielsa, em Rosario. 

Se o Newell´s sofre contra brasileiros, o Atlético não vai bem contra argentinos. Nos três jogos como mandante contra times da Argentina, o Furacão sofreu duas derrotas: 3 a 0 para o San Lorenzo, na Libertadores 2017, e 3 a 1 para Vélez Sarsfield, na Libertadores 2014. O melhor resultado foi um empate com o River Plate, em 2 a 2, pela Sul-Americana de 2006.

Para o jogo desta quinta-feira, o Atlético terá força máxima ou quase isso. A única dúvida é o lateral-direito Jonathan. Caso não se recupere de lesão, a vaga pode ficar com o volante Camacho ou com o meia Raphael Veiga. Ambos já foram improvisados na ala-direita, no esquema 3-4-3 do técnico Fernando Diniz.

Já o Newell´s vem jogando no 4-2-3-1. O time faz fraca campanha no campeonato nacional. É o 23º entre 28 equipes (6 vitórias, 6 empates e 10 derrotas). O destaque da equipe é o meia Sarmiento, com quatro gols e quatro assistências (líder do time nesse quesito) em 18 jogos. O jogador, porém, está lesionado e não enfrenta o Atlético.

O artilheiro da equipe argentina é o centroavante Luis Leal, com sete gols em 20 jogos. O jogador nasceu em São Tomé e Príncipe, na África, e passou a maior parte da carreira em clubes portugueses.

O técnico Omar De Felippe pode ter mais problemas para a partida. Leal é dúvida, assim como o goleiro Pocrnjic, o zagueiro Bianchi e o volante Bernardello.

No aspecto coletivo, o Newell´s tem como principal ponto forte os chutes de fora da área. Os pontos fracos são a bola aérea, a bola parada defensiva e a falta de pontaria nas finalizações dentro da área.


O NEWELL´S OLD BOYS
Fundação: 1903
Sede: Rosário, Argentina
Estádio: Marcelo Bielsa
Capacidade: 42 mil lugares
Títulos: campeão argentino em 1987/88 e em 1990/91, campeão do Clausura em 1992 e do Apertura em  2004
Libertadores: duas vezes vice (1988 e 1992)
Ídolos: Maradona (5 jogos pelo clube entre 1993 e 1994), Messi (revelado na base), Trezeguet, Heinze, Gerardo Martino, Scocco, Marcelo Bielsa, Maxi Rodriguez, Batistuta

ATLÉTICO x NEWELL´S
Atlético: Santos; Pavez (Wanderson), Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan (Camacho), Lucho González, Raphael Veiga (Rossetto ou Bruno Guimarães) e Carleto; Guilherme, Nikão e Pablo (Bergson). Técnico: Fernando Diniz
Newell´s: Ibañez (Pocrnjic); San Román, Varela, Fotanini e Evangelista; Sills (Bernardello), Rivero, Torres, Figueroa e Fertoli; Leal. Técnico: Omar De Felippe
Árbitro: Gery Varga (Bolívia)
Local: Arena da Baixada
TV: Sportv
Ingressos: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia)

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES