Publicidade
Campeonato Paranaense

Desfalques no Paraná Clube podem promover 'estreia' de meia-armador

Treino na Vila Capanema
Treino na Vila Capanema (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube pode ter uma 'estreia' na partida de domingo (dia 17), contra o Rio Branco, em Paranaguá, pela segunda rodada da Taça Dirceu Krüger – o segundo turno do Campeonato Paranaense. Com desfalques, o técnico Dado Cavalcanti estuda dar a primeira chance para o meia-armador Jean Lucas, 23 anos, como titular.

Revelado no Coritiba, Jean Lucas chegou ao Paraná em 2017 e não jogou pelo clube naquele ano. Em 2018, entrou como substituto em duas partidas. Em 2019, entrou em mais dois jogos, também saindo do banco de reservas para o campo. Ou seja, ainda não teve uma 'estreia' como titular.

Para que isso ocorra, Dado Cavalcanti terá que voltar Alesson para a função que desenvolveu no primeiro turno – extremo pela esquerda (meia ofensivo pelo lado do campo). “O Alesson jogou o primeiro turno inteiro pelo lado. Inclusive no jogo contra o Foz ele foi nosso diferencial vindo do lado para dentro, com duas assistências, uma para o gol do Andrey outra para o do Maicossuel. Então, se houver que fazer essa troca, eu também fico muito tranquilo”, disse o treinador.

Dado será obrigado a modificar o time porque não vai contar com o ponta Caio Rangel, que começou o segundo turno como titular do lado esquerdo do setor ofensivo. Alesson começou a Taça Krüger como meia centralizado. Na direita, Andrey é titular absoluto.

Outra opção para jogar como meia-armador centralizado é Higor Leite, ex-Londrina.

Para jogar aberto pela esquerda, outras alternativas de Dado Cavalcanti são Jhemerson (ex-Vitória), Juninho e Kessley.

“Daqui para o jogo eu ainda tenho três sessões de treinamento. Ainda está em aberto, não tem uma definição”, disse o técnico, sobre o substituto de Caio Rangel. “Já tenho na minha cabeça em tentar mexer o mínimo possível na estrutura. Claro que se for necessário fazer trocas mais bruscas, irei fazer. O mais importante é o modelo como nos apresentamos e isso tem que ser mantido independente de quem for entrar em campo”, declarou. “Tem outras possibilidades. Foram citados os dois como homens de lado de campo, mas a minha dúvida ainda envolve outros jogadores. Não descarto a possibilidade do Alesson ir para os lados, nem do Juninho dobrar com o Guilherme [Santos], como foi no jogo”, disse.

DESFALQUES
Além de Caio Rangel, o Paraná não terá o goleiro Thiago Rodrigues, o volante Jhonny Lucas, o meia Maicosuel, o lateral-direito Sueliton e o atacante Rodrigo Carioca. Com isso, a provável escalação do time para domingo é Alisson; Eder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Guilherme Santos; Jeferson Lima e Fernando Neto; Andrey, Jean Lucas (Higor Leite, Juninho ou Keslley) e Alesson; Jenison.

DESTAQUES DOS EDITORES