Destaque do Fluminense, Marcos Paulo se diz ansioso para a volta dos campeonatos

Um dos destaques do Fluminense no início desta temporada, o atacante Marcos Paulo lamentou a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus. Ele também contou o que tem feito nesse período de isolamento social, adotado para evitar a propagação da doença, e se mostrou ansioso para que as competições sejam retomadas.

"Essa pausa é muito chata, até pelo motivo dela, com pessoas morrendo no mundo todo, não poder sair de casa, estar em sinal de alerta. Este vírus acabou atingindo muitas famílias e isso é muito triste. Além de não poder fazer o que eu amo, que é jogar bola. Mas a gente vai se virando como dá", disse ao site oficial do Fluminense o atacante, que contou um pouco da sua rotina.

"A gente está se virando como pode. Aproveitando a família, se cuidando. Tenho alguns amigos que ficam aqui em casa comigo, a gente joga videogame, joga futmesa. Assisto algumas séries também. Vamos nos virando como podemos, mas pensando em voltar a jogar o mais rápido possível, porque é o que eu mais amo", acrescentou.

Marcos Paulo tem cinco gols em 10 jogos neste ano. O jovem, revelado pelo time tricolor, também tem se destacado pela versatilidade, já que vem atuando em várias posições no ataque.

Para ajudar os atletas a manter a forma, o Fluminense, assim como a maioria dos clubes, disponibilizou cartilhas de preparação física, nutrição e do departamento médico para que os atletas sigam em suas casas e se mantenham ativos durante esse período de quarentena.

"Acho muito importante o que o clube está fazendo, nos dando total suporte, mandando mensagem no dia a dia, perguntando como a gente está, sobre treino, alimentação, saúde. Querem sempre saber como estamos lidando com esse vírus, se está todo mundo se cuidando. Acho isso essencial para a gente voltar ainda mais forte e seguir nessa luta", relatou o jogador de 19 anos.