Assine e navegue sem anúncios [+]
Solicitação foi feita ao Contran

Detran-PR pede permissão para receber multas no cartão 

Para pagar multas no cart\u00e3o ainda \u00e9 preciso sinal verde do Contran e de parcerias com empresas credenciadas ao Conselho de Tr\u00e2nsito
Para pagar multas no cart\u00e3o ainda \u00e9 preciso sinal verde do Contran e de parcerias com empresas credenciadas ao Conselho de Tr\u00e2nsito (Foto: Franklin de Freitas)

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) encaminhou ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran) um oficio solicitando a autorização para receber valores de multas pelo cartão de crédito. A autorização é necessária para iniciar a parceria com empresas credenciadas ao Contran para efetuar o pagamento parcelado de multas de trânsito e outros débitos relacionados a veículos.
“Em atendimento a Resolução nº 736/2018 do Contran, protocolamos o pedido para dar início a parcerias com entidades financeiras com o objetivo de disponibilizar a proprietários de veículos alternativas para quitar seus débitos à vista ou em parcelas mensais”, disse o diretor-geral, Marcello Alvarenga Panizzi.
A Resolução nº 736/2018 do Contran, informa que todos os órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito, poderão estabelecer acordos com empresas cadastradas no Contran, para autorizar pagamentos de débitos de veículos por meio de cartão de débito e cartão de crédito, como uma forma de se adequar aos métodos modernos utilizados pela sociedade. A portaria entrou em vigor da data de 6 de julho de 2018, data de sua publicação no Diário Oficial da União.
O parcelamento poderá englobar o montante devido vinculado ao veículo, devendo os encargos e eventuais diferenças de valores a serem cobrados por conta do parcelamento via cartão de crédito ficar a cargo do titular do cartão de crédito que aderir a essa modalidade de pagamento.

Um em cada três que caem em blitz na Capital tem alguma irregularidade
Um a cada três motoristas abordados em blitz apresenta algum tipo de irregularidade, de acordo com fiscalização dos órgãos de trânsito municipais em Curitiba. Nos primeiros 15 dias deste mês, 1.561 veículos foram abordados em ações realizadas por agentes de trânsito da Superintendência de Trânsito (Setran) e guardas municipais – uma delas foi feita de forma integrada com a Polícia Militar.
Desse total, 511 foram autuados, sendo 366 por infração de nature za gravíssima, conforme estabelece o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Foram 215 veículos recolhidos com o apoio do serviço de guincho da Prefeitura, no mesmo período.
A principal infração continua sendo a falta de licenciamento do veículo: 40% do total das autuações emitidas apenas pelos agentes de trânsito (sem contabilizar os enquadramentos indicados pelos policiais ou guardas).
 

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK