Em Maringá

Morre no Paraná, em acidente de moto, ex-atacante de Flamengo e Santos

No Facebook, amigos lamentam a morte de Diogo
No Facebook, amigos lamentam a morte de Diogo (Foto: Reprodução/Facebook/Eduardo Almeida)

O atacante Diogo Oliveira, 38 anos, com passagens por Flamengo, Santos e clubes paranaenses, morreu aos 38 anos nesta quinta-feira após sofrer um acidente de moto em Maringá, no interior do Paraná. O ex-jogador perdeu o controle do veículo e bateu de frente a um poste de luz, na avenida Morangueira. O Instituto Médico Legal liberou o corpo de Diogo na manhã desta quinta.

Em sua página no Twitter, o Flamengo lamentou o ocorrido e manifestou solidariedade à família do jogador, que vestiu a camisa rubro-negra no início dos anos 2000.

"O Clube de Regatas do Flamengo lamenta profundamente a morte do ex-atacante Diogo, que defendeu o clube em 2004. Muita força aos familiares e amigos neste momento tão triste", escreveu o time rubro-negro na publicação. Pela equipe carioca, ele fez menos de 20 jogos e marcou cinco gols.

Diogo Oliveira foi formado nas categorias de base do Santos e passou por times como Rio Branco-SP, ABC e América-RN. No exterior, jogou no futebol da Suécia e dos Emirados Árabes Unidos antes de encerrar a carreira em 2017, no Grêmio Maringá. No Paraná, também jogou pelo Nacional de Rolândia, pelo Paranavaí, pelo Arapongas, pelo Roma Apucarana e pelo Galo Maringá.