Publicidade

Diretoria do FMI conclui revisão de acordo com Argentina e libera mais US$ 5,4 bi

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou por meio de comunicado que sua diretoria executiva concluiu a quarta revisão do acordo com a Argentina. Com isso, aprovou desembolso de US$ 5,4 bilhões ao país. Diretor-gerente interino do FMI, David Lipton elogiou o "sólido compromisso" das autoridades argentinas com seu programa de política econômica e o cumprimento de todas as metas pertinentes no marco do plano respaldado do Fundo.

Lipton afirma que os mercados financeiros têm se estabilizado, a posição externa e a fiscal do país estão melhorando e a economia começa a se recuperar gradualmente da recessão do ano passado. "O FMI apoia decididamente esses importantes esforços", diz o comunicado. Além disso, o FMI destaca que a inflação, embora ainda em nível alto, entrou em trajetória descendente e a expectativa é de que isso continue nos próximos meses, enquanto o governo tem demonstrado compromisso com a disciplina fiscal e "superou amplamente as metas fiscais fixadas para março e junho".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES