Publicidade

Distribuidoras de cigarro são alvo de operação contra fraude fiscal em Minas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Agentes da Receita Estadual de Minas e policiais militares realizaram nesta terça-feira (23) uma operação contra distribuidoras de cigarro em Belo Horizonte.

Foram apreendidos documentos e mercadorias em oito estabelecimentos diferentes. As empresas são investigadas por sonegação de impostos e as fraudes cometidas podem chegar a R$ 20 milhões em impostos que não foram recolhidos pelo governo de Minas.

De acordo com fiscais que trabalharam na operação, as empresas atingidas utilizavam o mesmo esquema para sonegar o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). A Receita Estadual monitorou operações comerciais realizadas pelos grupos e confirmou as práticas ilegais.

A ação realizada nesta terça é um desdobramento da operação Cinturão, realizada no dia 29 de março deste ano.

Dezesseis agentes fiscais e dez policiais participaram da operação e apreenderam mercadoria sem documentos fiscais, além de documentos que contribuem para obtenção de novas provas de fraude.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES