Rebelião

Dois agentes são feitos reféns em motim na penitenciária de Maringá

Em mais uma rebelião no sistema prisional do Paraná, dois agentes penitenciários estão sendo mantidos reféns desde as 17h30 deste domingo (19) na Penitenciária Estadual de Maringá (região Norte). Segundo informações da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju) ao G1, sete presos renderam os funcionários e estão isolados em uma das galerias do presídio. Até as 19 horas, não havia informações sobre feridos.

Ainda conforme a Seju, dois dos detentos rebelados exigem transferência para a Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP). A Polícia Militar (PM) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) atuam nas negociações.

Antecedentes - A última rebelião que ocorreu no estado foi no dia 13 de outubro na Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG), na região central, e durou 48 horas. Treze agentes penitenciários e diversos detentos foram feitos reféns. Ao todo, oito pessoas ficaram feridas, sendo cinco presos e três agentes penitenciários.