Publicidade

'É todo mundo dando facada nos outros'

Ping: Norman Reedus, ator que vive Daryl

Qual é a do Daryl nesta temporada?

É um ano muito complicado, porque são muitas linhas de histórias se cruzando, e as pessoas não confiam umas nas outras. O relacionamento entre ele e Carol é cheio de fricção, e ele limpa muitas das confusões que ela deixa pelo caminho. Há histórias se desenvolvendo com Lydia, Negan, Alpha e Beta (desde aquela vez que eu dei uma coça nele, risos). Então é meio que todo mundo dando facada nas costas dos outros.

Depois de 10 anos fazendo o personagem, ele ainda o surpreende de alguma forma?

O tempo todo. Se eu vivo o Daryl e os diretores e escritores me colocam em uma situação diferente, eu respondo de maneira diversa, tento encontrar novas soluções, de acordo com as circunstâncias. De modo geral, ele ainda é o mesmo cara. Mas as situações e as interações com as pessoas são muito diferentes agora.

E como foi que você evoluiu ao longo desta década?

Muito. Eu passei dos filmes indies para o estrelato real. A minha vida mudou drasticamente e foi estranho. Mas agora me acostumei melhor. Eu ainda vou à padaria e as pessoas me seguem, mas estou lidando melhor com isso. Mas uma coisa curiosa é que existem essas dezenas de pessoas que viveram personagens no passado e saíram da série e que viraram meus amigos. Eu lembro muito do Jon Bernthal (que fez o personagem Shane nas primeiras temporadas), ligo para ele de vez em quando. Ontem, eu falei com o Andrew (Lincoln, que viveu Rick, protagonista da série por oito temporadas). Ele estava filmando na Austrália e me disse que tinha esquecido como atuar. Eu respondi: "Cara, você nunca soube atuar" (risos).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES