Publicidade
Crise política

'É um pedido sem causa', diz presidente do Coritiba sobre 'impeachment'

Samir Namur
Samir Namur (Foto: Geraldo Bubniak)

O presidente do Coritiba, Samir Namur, comentou nessa terça-feira (dia 20) o pedido de 'impeachment' apresentado por 87 conselheiros, na última segunda-feira. O grupo precisa de 80 assinaturas para protocolar o pedido de convocação de uma Assembleia Geral, que pode derrubar o presidente. A requisição vai agora para a Mesa Diretora do Conselho Consultivo, que pertence ao Conselho Deliberativo, e que terá duas opções: arquivar ou dar continuidade ao pedido.

“É um pedido sem causa, sem fundamento. Não tenho nem como defender se não existe causa. Acredito que a mesa do conselho não marque uma assembléia. Caso isto exista irei me defender, e acredito que tudo isso seja muito ruim para o clube”, declarou Samir, nessa terça-feira, em entrevista coletiva. 

O dirigente afirmou que tem feito uma gestão democrática, ouvindo todos os setores do clube. “A mesa do conselho apresentou uma lista de exigências para 2019, nos comprometemos a realizar a todas. Podemos ouvir, de nossa parte não existe restrição. A minha vontade não tem que ser imposta, sou presidente e não dono do clube”, disse. “Desde que entrei no clube me pautei pelo diálogo, abertura e transparência. Sempre participo das reuniões no conselho. Todos nós da diretoria e conselheiros próximos buscamos conversar com os opositores, e a ideia é evitar este caminho difícil”, completou. “A nossa urgência e necessidade agora é muito maior. Nosso objetivo no Campeonato Paranaense é buscar conquistar o título, montar este elenco. Vamos disputar o Paranaense para buscar o título”, garantiu.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES