Assine e navegue sem anúncios [+]
Arrecadação

Economia: projeção para receita primária total cai R$ 133,959 bilhões

(Foto: Arquivo/ABr)

O Ministério da Economia reduziu em R$ 133,959 bilhões a projeção para as receitas primárias em 2020. A projeção para a arrecadação de receitas administradas foi reduzida em R$ 88,417 bilhões.

De acordo com o relatório bimestral de receitas e despesas, divulgado pela pasta nesta sexta-feira, a estimativa para as receitas com royalties caiu R$ 6,612 bilhões. Também foi reduzida a previsão de recebimento de dividendos neste ano, em R$ 3,950 bilhões. A projeção de receitas com concessões caiu R$ 421 milhões.

Já a projeção para despesas primárias subiu R$ 267,663 bilhões com os gastos para fazer frente à pandemia do coronavírus. A projeção de créditos extraordinários em 2020 aumentam R$ 213,220 bilhões e para os gastos com subsídios e subvenções R$ 34,859 bilhões.

As despesas com abono e seguro desemprego esperadas aumentaram R$ 3,783 bilhões. A projeção de despesas com a Previdência subiu R$ 1,231 bilhão. Já a previsão de despesas com pessoal aumentou R$ 153,8 milhões.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK