Edson Xuxa do Nascimento deixa de ser o técnico do ex-campeão Patrick Teixeira

Edson Xuxa do Nascimento não é mais o técnico do pugilista brasileiro Patrick Teixeira. O anúncio foi feito nas redes sociais e pegou de surpresa os fãs da nobre arte nacional. O ex-campeão mundial dos médios-ligeiros da Organização Mundial de Boxe (OMB) passa a ser orientado agora por Rogelio Romo Vargas (irmão do ex-pugilista Fernando Vargas), que mora na Califórnia, nos Estados Unidos.

Romo já foi o técnico principal na luta do último dia 13 de fevereiro, quando Patrick Teixeira perdeu por pontos, após 12 assaltos, o título para o argentino Brian Castaño, em Indio, na Califórnia. Os jurados foram unânimes em apontar a vitória do desafiante por 120-108, 119-109 e 117-111.

A disputa era a primeira defesa de cinturão do brasileiro, que devido às restrições impostas para contenção da pandemia do novo coronavírus não pôde competir na temporada 2020. Sem competir desde novembro de 2019, Patrick Teixeira correu o risco de perder seu posto no "tapetão".

Com o resultado negativo, Patrick Teixeira soma agora 31 vitórias (22 nocautes) e duas derrotas, enquanto que o invicto Brian Castaño chegou à 17.ª vitória (12 nocautes) e um empate. O argentino, aliás, foi campeão da Associação Internacional de Boxe (WBA, sigla em inglês) na categoria super meio-médio de forma interina em 2018 e oficialmente em 2019.

Após a luta contra Brian Castaño, Patrick Teixeira está em período de férias e deve retornar aos treinamentos em abril.