Publicidade
'O saldo é bom'

Eduardo Barros lamenta tropeço na rodada final, mas exalta período como técnico do Athletico

Eduardo Barros: após bom trabalho como interino no profissional, ele comandará o time de aspirantes em 2020
Eduardo Barros: após bom trabalho como interino no profissional, ele comandará o time de aspirantes em 2020 (Foto: Valquir Aureliano)

Oito jogos depois, o balanço de Eduardo Barros sobre o curto período em que permaneceu no cargo de técnico do Athletico Paranaense é positivo. Na tarde deste domingo (08 de dezembro), após o empate em 0 a 0 no Estádio da Ressacada, o jovem treinador lamentou o empate e o fato de a equipe ter deixado escapar a oportunidade de terminar o Campeonato Brasileiro na quarta colocação. Por outro lado, tratou de exaltar a temporada do clube, que terminou com o título de campeão paranaense (com o time de aspitantes) e o título de campeão da Copa do Brasil (time principal). Durante sua passagem como treinador interino, foram cinco vitórias e três empates, com aproveitamento de 75% dos pontos disputados.

“A avaliação dos oito jogos é muito positiva. A equipe conseguiu manter a invencibilidade e terminar o campeonato brasileiro tendo no 2o turno perdido somente para a equipe campeã (o Flamengo)”, disse o treinador interino em entrevista coletiva. “Sobre o jogo, nós tivemos dificuldade inclusive para treinar, ficamos com poucos jogadores, e não conseguimos ter a mesma performance de outras partidas. Tivemos até mais volume de jogo, mais finalizações que o adversário, mas não fomos competentes para transformar essas oportunidades em gol, o que poderia nos garantir o G4 e uma classificação histórica. Mas ainda assim o saldo é bom”, destacou.

Em 2020, Eduardo Barros permanecerá no clube, assumindo a função de treinador do time de aspirantes, que disputará novamente o Campeonato Paranaense. Por agora, o treinador aproveita um período de descanso. Antes mesmo do Natal, porém, já inicia os trabalhos na busca pelo tricampeonato estadual.

“Já fizemos algumas reuniões com a comissão técnica da equipe de aspirantes, mas ainda não tive contato direto com os jogadores. Alguns já estão treinando, outros estão começando a chegar, e outros se apresentam a partir do dia 2 de janeiro. Eu e o Rogério Correia (auxiliar técnico) vamos descansar uma semana. Volto no dia 16 de dezembro com foco total no estadual, vamos ter um mês de preparação”, explicou.

Com a liberação do número de inscritos por equipe no estadual, o treinador adiantou que há a possibilidade de vir a contar com o reforço de jogadores do time principal para algumas partidas do Estadual, diferente do que vinha acontecendo nos últimos dois anos. “A regulamentação da liberação da quantidade de inscritos vai nos favorecer nesse sentido. O clube vai planejar bem e os dirigentes vão escolher o melhor caminho pra ambos os elencos.”

Elogio aos jogadores pela reta final de temporadas

O Furacão diz adeus a 2019 ostentando a marca de 13 jogos seguidos sem derrota no Brasileirão. Mesmo depois de se sagrar campeão da Copa do Brasil, o time manteve o alto nível de desempenho técnico e físico e brigou pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro. Motivo de elogio por parte do técnico Eduardo Barros aos jogadores.

“Mesmo com o título da Copa do Brasil eles não afrouxaram em nenhum momento, suaram muito para prevalecer uma grande campanha nessa reta final. O trabalho feito fez com que o clube tivesse uma dor de cabeça a menos para escolher o treinador para a equipe de aspirantes, acredito E fico muito feliz e muito honrado por ter sido o profissional escolhido”, declarou o jovem profissional. “Fico feliz de ter tido essa oportunidade e a equipe ter conseguido sustentar os resultados de toda a temporada.”

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES