Publicidade
Embaixada

Eduardo Bolsonaro ainda não tem maioria no Senado para virar embaixador nos EUA

Levantamento divulgado ontem pelo jornal O Estado de São Paulo aponta que o senador Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ainda não tem maioria para garantir a aprovação, pelo Senado, de sua indicação para embaixador do Brasil em Washington. Segundo o estudo, dos 81 senadores, 30 responderam que pretendem votar contra o nome do “filho 03” do presidente, ante 15 que disseram ser a favor. O número minímo de votos no plenário do Senado para a aprovação da indicação é de 41.
Outros 35 não quiseram responder (28) ou se colocaram como indecisos (7). Na semana passada, o presidente afirmou que só pretende formalizar a indicação do ficlho quando Eduardo “sentir” que tem o apoio majoritário dos senadores. Pelas regras atuais, primeiro Eduardo terá de ser sabatinado na Comissão de Relações Exteriores. Depois, precisa passar por uma votação secreta no colegiado, seguida de outra votação, também secreta, no plenário .

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES