Publicidade

Educação Financeira pode virar disciplina obrigatória em escolas de Curitiba

Tramita na Câmara Municipal um projeto de lei do vereador Dirceu Moreira que inclui a disciplina de Educação Financeira na grade curricular do ensino fundamental das escolas municipais. O objetivo da disciplina é criar uma cultura de conscientização e aplicação racional da renda pessoal desde a infância.

Se os vereadores aprovarem a medida, a disciplina de Educação Financeira deverá ser incluída na grade curricular a partir do 6º ano do ensino fundamental. A carga horária seria determinada pela Secretaria Municipal de Educação. É necessário que crianças e jovens aprendam desde cedo a educação financeira. A escola é o ambiente mais completo e propício para educá-las financeiramente, visando a construção de uma sociedade mais consciente sobre o uso do dinheiro, justifica Dirceu Moreira.

Outro projeto do parlamentar que propõe temas para debate dentro da rede municipal de ensino é a obrigatoriedade, nas escolas públicas e privadas, de palestras e oficinas de prevenção às drogas, entorpecentes e doenças sexualmente transmissíveis.

Segundo Moreira, o projeto tem finalidade preventiva, educativa e de promoção do desenvolvimento psicossocial do jovem. Visamos a prevenção do consumo de entorpecentes através da prestação de informações e de um trabalho conjunto com a comunidade, pedagogicamente orientado, com grande alcance social, destaca Moreira.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES