Depois do isolamento

Educadora física orienta sobre cuidados e perigos no retorno da prática de exercícios

(Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

A liberação gradativa do isolamento leva a sociedade à diversas consequências, incluindo físicas. A rotina de exercícios mudou para grande parte da população, e o retorno da prática precisa ser instruído.

A educadora física e pós-graduada em fisiologia do exercício, biomecânica e pilates, Patricia Bueno, proprietária do Studio Pilates Patricia Bueno, explica que o “nosso corpo sempre se adapta aos estímulos oferecidos, assim, se durante a quarentena foi oferecido muito descanso, posições sentado e deitado, naturalmente todos os sistemas como cardíaco, respiratório, endócrino, linfático, urinário e principalmente musculoesquelético irão se adaptar a menos estímulo”.

Essa realidade de menos movimentação gera menos mobilidade, flexibilidade e força ao corpo. O mesmo reflete na respiração e frequência cardíaca, qualquer caminhada que voltar a fazer irá sentir desconforto para entrar mais ar nos pulmões e fadiga.

Ou seja, quanto menos estímulo oferecer ao corpo menos ele irá responder para o seu dia a dia, por isso com a flexibilização de parques, academias, Studios de Pilates e dança, o ideal para que o corpo não se sobrecarregue, é que retorne de forma gradativa. “Pode se exercitar todos os dias, mas com menor intensidade e menos tempo. A OMS (Organização Mundial da Saúde) sugere 20 minutos por dia de atividade leve a moderada (150 minutos semanais) ou 10 minutos de atividade física intensa (75 minutos semanais)”, explica a instrutora.

Cuidados necessários para perder peso pós quarentena

Patricia também enaltece que com o tempo de quarentena e fechamento de espaços para atividades físicas, muitas pessoas tiveram aumento de peso, e com o retorno gradativo, desejam diminuir este resultado. Porém, é necessário que isso aconteça com precauções; “É importante fazer um acompanhamento nutricional que ofereça alimentos que irão manter a imunidade, saúde física e mental, associando à exercícios com distanciamento social. É preciso aumentar de forma gradativa exercícios posturais como o pilates e aeróbicos”.

Vale ressaltar que a volta aos exercícios envolve também cuidados para não adquirir problemas. “Caso inicie caminhada, corrida ou ciclismo com postura inadequada poderá lesionar articulações como tornozelos, joelhos e até a coluna vertebral. Lembre-se que o corpo ficou muito tempo em uma posição -sentado na quarentena- na qual ele se adaptou e precisa de estímulos e informações para se reorganizar”, indica a educadora física.

Segundo a proprietária do Studio Pilates Patricia Bueno, uma boa organização de retorno à rotina é alternar os exercícios de força e flexibilidade com caminhadas. “Sempre preste atenção na respiração, faça mais força para expirar, assim terá mais espaço nos seus pulmões e automaticamente melhorar a capacidade pulmonar”.

Dicas de exercícios

É importante manter uma frequência de exercícios para que o corpo se adapte aos movimentos e faça com que todos os sistemas funcione melhor, isso irá proporcionar melhor qualidade de vida em relação à diminuição de dores, mais força, vitalidade, imunidade, saúde mental e consequentemente melhorando tônus muscular e diminuição de peso.

- Ponte

Posição inicial: Decúbito Dorsal (barriga para cima) com pés no chão e braços ao longo do corpo

Movimento: inspire prepare, expire eleve o quadril articulando a coluna vertebral por vértebra até a linha das escápulas, inspire, expire no retorno à posição inicial.

Dicas: todos os dedos dos pés no chão, mantenha os ombros longe das orelhas e fixe a força no abdômen para conseguir articular sua coluna.

10 repetições

- Swimming

Posição inicial: Decúbito Ventral (barriga para baixo) pernas estendidas e braços estendidos acima da cabeça na linha dos ombros

Movimento: inspire suba braços e pernas, continue a respiração alternando uma maior elevação de braço contrário da perna (sobe um pouco mais braço direito e perna esquerda e alterne)

Dicas: mantenha o púbis (osso frontal do quadril) colado no chão, ombros longe das orelhas, faça mais força em tracionar (separar membros do tronco) do que elevação dos membros.

10 respirações completas

- Running

Posição inicial: Em pé, braços ao longo do corpo

Movimento: eleve tornozelo direito com dedos bem apoiados no chão e alterne o pé.

Dicas: mantenha todos os dedos bem apoiados, eleve o calcanhar o mais alto possível para alongar planta dos pés, mantenha o quadril e joelhos alinhados (mesma linha), movimente os braços junto ao movimento dos pés e ombros longe das orelhas.

20 passos ou 10 respirações

“Cuide de seu corpo como uma pedra preciosa, ele é seu templo, sua morada onde irá desfrutar o restante de todos os seus dias”, finaliza Patricia.