Publicidade
Show

Eles são melhores que o Menudo

Para os pais de hoje que na década de 80 eram crianças ou adolescentes, a comparação é inevitável. O grupo Rebelde chegou onde chegou porque há 20 anos, os garotos do grupo Menudo existiram. Pode ser. Afinal, é um grupo latino que dança, canta e vende. Vende muito. Mas, o RBD, apelido carinhoso do grupo, é mais aprimorado e lucrativo por vários motivos. E por isso desde segunda-feira, cada vez mais fãs se aglomeram na frente da Arena da Baixada, onde o grupo se apresenta  hoje, às 19h30 para mais de 20 mil pessoas.

Eles estão em novela diária, produzida pela Televisa, retransmitida no Brasil pelo SBT. Também têm rapazes e moças, o que aumenta o leque do público para os garotos, afinal o Menudo, e quem é daquela época se lembra bem, era odiado pelos meninos. As roupas da três moças do grupo, Lupita, Roberta e Mia — nomes artísticos de Mayte Perrone, Dulce Maria e Anahí — aliás, com suas microssaias em estilo colegial lolita, parecem mais propícias para os olhos dos pais que para os filhos. Os rapazes do grupo Christian Chavez (Giovanni), Christopher Uckemann (Diego) e Alfonso Herrera (Miguel) não ficam para trás e podem arrancar suspiros de meninas de 5 a 50 anos, transformando os pobres Menudos em raquíticos porto-riquenhos. No Rebelde, há biotipos para todos os gostos e fantasias: loiras, ruivas, morenas, loiros e morenos.

As músicas, todas sem exceção, são melodias pegajosas bem mais elaboradas e com forte influência do rock mais pop dos anos 80, o que certamente não é mera coincidência, afinal o som acaba por hipnotizar, mesmo que involuntariamente, os pais dos fãs alucinados. Que se faça justiça! O RBD se apresenta ao vivo com banda e há apenas alguns playbacks, ao contrário dos Menudos  naquele 5 de março de 1984 no Estádio do Couto Pereira, quando milhares de fãs tiveram que se contentar com dublagens mal-feitas, incluindo Não Se Reprima.

Entre os impressionantes números, o grupo contabiliza cinco milhões de cópias de CDs e DVDs vendidos em todo o mundo. No Brasil, onde passa por 12 cidades, o RBD conta com mais de 500 produtos licenciados, de roupa de cama, passando por tênis, roupas, bonecas, perfumes, batons e tudo que se imaginar.
Tudo isso e um pouco mais explica a histeria que fará com que os fãs, a maioria absoluta formada por crianças e adolescentes, estejam hoje contando as horas e minutos para início do show do Rebelde. Resta desejar a esta turma que este seja o primeiro de muitos shows de rock ou pop desta nova geração. Afinal, os pais sabem que o tempo passa rápido e é bem fácil passar de fã de Menudo a Beastie Boys em um estalar de dedos, felizmente.

Segurança — Segundo a produtora local do show do RBD em Curitiba, a RW7, a Kyocera Arena foi escolhida para receber o show por ser considerada o melhor estádio da América Latina. Com uma estrutura moderna com sistema de proteção do gramado, completa infra-estrutura para a montagem de palco, equipamentos, som, luz e camarins, o estádio proporciona a maior segurança e conforto para o público entre todas as cidades que receberão a turnê RBD Brasil.

SERVIÇO
Show RBD
Hoje – única apresentação
Local: Kyocera Arena (Rua Buenos Aires, 1.270)
Abertura dos portões: 14h30
Início do show: aproximadamente às 19h30
Valor dos Ingressos: a confirmar
* Meio-ingresso para estudantes ou menores de 15 anos de idade. Não serão aceitos cheques ou cartões de crédito e débito. O horário de funcionamento da bilheteria da Kyocera Arena é de segunda a sábado das 10 às 19 horas. Mais informações sobre ingressos: 41- 3315-0808 e 3323-1300.


Dicas para o show

  • Chegar ao local do show após às 14h30, quando os portões já estarão abertos;
  • Identificar as crianças com crachás, contendo nome, endereço e telefone;
    Que as crianças se alimentem adequadamente antes de ir ao evento, para evitar mal estar e desmaios durante o show;
  • Levar ao show apenas o que for estritamente necessário, como um documento de identidade e a quantia de dinheiro necessária para as despesas pessoais de transporte e alimentação;
  • Evitar levar ao show objetos caros, cartões de crédito, grandes bolsas ou sacolas;
  • Não será permitida a entrada de latas, garrafas, objetos cortantes ou pontiagudos que coloquem em risco a integridade física dos presentes;
    Não será permitida a entrada de máquinas fotográficas profissionais ou de grande porte, bem como filmadoras;
  • A orientação do Juizado de Menores (Vara da Infância e da Juventude) é de que menores de 16 anos estejam acompanhados pelos pais, responsável legal ou pessoa maior de idade que se responsabilize pelo menor.
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES