Publicidade
Economia

Eletropaulo passa a se chamar Enel Distribuição São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A distribuidora de energia paulista Eletropaulo passará a se chamar Enel Distribuição São Paulo, seis meses após a aquisição da empresa italiana Enel.  A compra da Eletropaulo ocorreu em junho deste ano, após uma disputa acirrada entre Enel e a espanhola Iberdrola.

Com a aquisição, o grupo italiano, que atua em mais de 30 países, se tornou a maior companhia na área de distribuição do Brasil, com 17 milhões de clientes atendidos -dos quais 7,2 milhões são da Eletropaulo. 

A empresa anunciou, nos últimos dias, o plano de investir cerca de R$ 3,1 bilhões entre 2019 e 2021 na operação paulista.

Os investimentos serão destinados a reduzir despesas, expandir a rede, com o intuito de suportar aumento de demanda, e na digitalização dos sistemas, para elevar o monitoramento e a eficiência da rede.

O grupo, que no Brasil também atua na área de geração de energia, planeja in vestir um total de EUR 4 bilhões (R$ 17,2 bilhões) no país entre 2019 e 2021 -mais que o dobro do valor anunciado no ano anterior, para o período de 2018 a 2020.

Desse total, EUR 2,2 bilhões serão destinados à área de distribuição e outros EUR 1,6 bilhões (R$ 6,7 bilhões) para projetos de energia renovável. 

Por fim, EUR 200 milhões (R$ 858 milhões) devem ser destinados a novos projetos sob o guarda-chuva da Enel X, empresa criada no ano passado e destinada a prestar serviços novos em energia, como infraestrutura de recarga de carros elétricos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES