Publicidade
Show

Ellas: o universo das vozes femininas com AVEduo neste fim de semana

(Foto: Divulgação )

Ella Fitzgerald, Eydie Gormé e Elis Regina serão homenageadas pelo AVEduo formado pelas cantoras Andréa Bernardini e Viviana Mena que apresentam o espetáculo Ellas neste sábado (14), às 20 horas; e domingo (15), às 19 horas; no Teatro José Maria Santos (Rua Treze de Maio, 655 - São Francisco). O repertório do show é dividido em três momentos e faz uma viagem ao universo da interpretação feminina da música, que começa no fim da década de 20 e segue até o final dos anos 70. No palco elas serão acompanhadas pelas instrumentistas Bruna Buschle (contrabaixo) e Halanna Aguiar (percussão), com participação Especial da cantora Giovanna de Paula.

Viviana Mena conta que esse show apresenta as principais referências do duo. A cantora explica que o repertório vem sendo testado a algum tempo e que a seleção das músicas não foi fácil. “Nós poderíamos ter feito um show para cada homenageada”. Mas a decisão final foi por um espetáculo com 20 músicas, divididas pelas três interpretes: Ella Fitzgerald, Eydie Gormé e Elis Regina. “Nosso show é uma homenagem a elas e, por isso, tomamos muito cuidado na hora de escolher as músicas que vamos interpretar”.

Durante a apresentação serão lembrados clássicos como “Summertime” (George Gershwin), “Quizás, quizás, quizás“ (Osvaldo Farrés), “Estrada do Sol” (Dolores Durán /Tom Jobim). Um percurso musical que passa pela maestria do Jazz, a Era de ouro dos Boleros e a beleza da música brasileira. “É uma viagem no tempo com diferentes estilos”, resume a cantora e violonista Andréa Bernardini. Para marcar a separação de cada bloco do show, a homenageada será lembrada com uma gravação de uma canção interpretada por ela. “Essa divisão também tem a ver com a organização rítmica e musical do espetáculo que começa no jazz, passa pelos boleros e encerra com a MPB”, completa.

Ellas, o novo espetáculo do AVEduo, tem cerca de 80 minutos de duração. Para Viviana Mena essa é uma oportunidade para o público reencontrar parte do repertório dessas três grandes interpretes da música de todos os tempos. “Muita gente de uma geração anterior a minha se lembra de Eydie Gormé, americana filha de espanhóis que fez muito sucessos nos anos 50/60 cantando boleros mexicanos com o Trio Los Panchos. O mesmo vale para Ella Fitzgerald que teve uma longa carreira e fez uma verdadeira escola de interpretação dentro do jazz. Sem contar com a Elis um divisor de águas na minha carreira. Ela me ensinou a respirar e me deu liberdade para cantar”, finaliza.

AVEduo

Criado em Curitiba em 2003, o AVEduo é formado por Andréa Bernardini (Brasil) e Viviana Mena (Argentina) que são responsáveis pela pesquisa e seleção dos repertórios, arranjos e interpretação das músicas. Durante essa trajetória o duo apresenta diferentes modalidades de shows em teatros, festivais e outros eventos.

Entre os shows apresentados pelo AVEduo estão “Tributo a Mercedes Sosa” (2016), “Tangos & Boleros” (2017) e “Inolvidable” (2018). Os arranjos compostos pelo AVEduo para duas vozes, violão e percussão conferem aos espetáculos uma sonoridade única, intimista, feminina e poética.

SERVIÇO: “ELLAS” – show musical com AVEduo formado pelas cantoras Andréa Bernardini (Brasil) e Viviana Mena (Argentina). Apresentações sábado (14), às 20 horas; e domingo (15), às 19 horas, no Teatro José Maria Santos (Rua Treze de Maio, 655 - São Francisco - Tel: 3023-2008). Ingressos: R$40 e R$20 (meia-entrada). Classificação indicativa: Livre. Duração: 80 minutos.

Mais informações e entrevistas:

RB Escritório de Comunicação

Rodrigo Browne

41-99145-7027

SUGESTÃO DE BOX

Repetório do show Ellas

*Seleção Ella Fitzgerald|

· “Flying home” (Benny Goodman / Lionel Hampton, 1939)

· Nature boy (eden ahbez – EUA, 1947)

· A fine romance (Jerome Kern / Dorothy Fields – EUA, 1936)

· You don’t know what love is (Don Raye / Gene de Paul – EUA, 1941)

· When you’re smiling (Larry Shay/ Mark Fisherand/ Joe Goodwin – EUA, 1928)

· Summertime (George Gershwin – EUA 1934)

*Seleção Eydie Gormé |

· “Piel canela” (Félix Capó – Puerto Rico, 1952)

· Cuando vuelva a tu lado (María Grever – México, 1934)

· Di que no es verdad (Alberto Domínguez – México, 1945)

· La última noche (Orlando Leopoldo Rodríguez Fierro – Cuba, 1946)

· Historia de un amor (Carlos Eleta Almarán – Panamá, 1955)

· Quizás, quizás, quizás (Osvaldo Farrés – Cuba, 1948)

*Seleção Elis Regina |

· “Eu, hein Rosa?!” (João Nogueira / Paulo C. Pinheiro – BRA, 1979)

· Mucuripe (Fagner / Belchior – BRA,1970)

· Querelas do Brasil (Maurício Tapajós / Aldir Blanc – BRA, 1978)

· Vida de Bailarina (Dorival Silva, Chocolate e Américo Seixas – BRA,1954)

· O sonho (Egberto Gismonti – BRA, 1968)

· Tristesse (Milton Nascimento / Telo Borges – BRA, 1993)

· A festa (Milton Nascimento - BRA, 2003)

· Retrato em branco e preto (Tom Jobim / Chico Buarque – BRA, 1968)

· Estrada do sol (Dolores Durán / Tom Jobim – BRA, 1958)

· Como os nossos pais (Belchior – BRA,1976)

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES