Números

Em 2021, nove clubes da Série B têm números inferiores aos do Coritiba

O técnico do Coritiba, Gustavo Morínigo
O técnico do Coritiba, Gustavo Morínigo (Foto: Arquivo Bem Paraná/Geraldo Bubniak)

O Coritiba deu um vexame histórico no último sábado (dia 15) ao ser eliminado na primeira fase do Campeonato Paranaense. O clube não fazia uma campanha tão ruim no campeonato estadual desde 1988, quando também caiu na fase inicial e acabou em penúltimo lugar.

Apesar do fiasco, o Coritiba não tem os piores números da temporada 2021 entre os 20 participantes da Série B. Tem o 11º maior aproveitamento de pontos entre os 20, somando 51,3% dos pontos disputados.

O pior é o Goiás, que terminou a primeira fase do Goiano com a sétima campanha geral, atrás de clubes como Iporá, Aparecidense, Jataiense, Anápolis e Grêmio Anápolis. E caiu nas quartas de final, levando 3 a 0 do Atlético-GO na ida e amargando 0 a 0 na volta.

O melhor desempenho é do Náutico, que só jogou pelo campeonato estadual em 2021 – não entrou em campo pela Copa do Brasil ou pela Copa do Nordeste. O time do técnico Helio dos Anjos somou oito vitórias, dois empates e uma derrota (3 a 0 para o Sport).

No caso do Coritiba, os números totais da temporada não são preocupantes (seis vitórias, dois empates e cinco derrotas). No entanto, o sinal de alerta foi aceso com a eliminação vergonhosa e com o momento atual, com cinco partidas sem vencer (quatro derrotas e um empate).

OS 20 DA SÉRIE B NA TEMPORADA 2021
Desempenho dos clubes em todas as competições oficiais da temporada

Times

Aproveitamento

Vitórias

Empates

Derrotas

1º Náutico

78,78%

8

2

1

2º Remo

77,77%

10

5

0

3º Avaí

70,83%

10

4

2

4º CRB

63,63%

12

6

4

5º Vila Nova

62,74%

9

5

3

6º Operário-PR

61,90%

8

2

4

7º Brusque

60,00%

7

6

2

8º Vasco

56,25%

7

6

3

9º Cruzeiro

53,33%

7

3

5

10º Vitória

52,38%

8

9

4

11º Coritiba

51,28%

6

2

5

12º Confiança

50,79%

8

8

5

13º Sampaio Corrêa

48,33%

7

8

5

14º CSA

48,00%

8

12

5

15º Botafogo

47,91%

5

8

3

16º Londrina

47,22%

3

8

1

17º Ponte Preta

39,58%

5

4

7

18º Guarani

38,46%

4

3

6

19º Brasil de Pelotas

36,36%

3

3

5

20º Goiás

33,33%

3

4

6