Publicidade

Em baixa, Internacional mira quebra de jejum contra o Avaí

Há cinco jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro, o time do Internacional sabe que não pode desperdiçar pontos, nesta quinta-feira, às 19h15, diante do penúltimo colocado Avaí, pela 26ª rodada, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, para continuar forte na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores.

O lateral-esquerdo Zeca revelou a ansiedade do elenco colorado, atual sétimo colocado no Brasileiro, por um lugar no G6. "A gente está trabalhando forte para voltar a vencer e as coisas voltarem ao normal. Esperamos que seja na próxima partida. Estamos treinando forte, estamos concentrados nessa partida e precisamos subir na tabela para chegar na Libertadores."

O time vem de três empates (0 x 0 com o Santos e 1 a 1 com Cruzeiro e Palmeiras) e duas derrotas (0 a 1 para o CSA e 1 a 3 para o Flamengo). O último triunfo ocorreu em 22 de setembro, no Beira-Rio, sobre a Chapecoense. Fora de casa, o time somou três pontos pela última vez em 15 de setembro, com 3 a 1 sobre o Atlético-MG.

Nesta terça-feira, os atletas que atuaram no empate sem gols com o Santos, no domingo, fizeram um treino específico, primeiro dentro da academia e depois no gramado. Os demais realizaram um treino físico, seguido por exercício coletivo de nove contra nove, além de um trabalho de cruzamentos e finalizações.

Um dia após ser afastado por tempo indeterminado para tratar de dores no púbis, o volante Nonato participou do treino, mas sua presença é incerta contra o Avaí, pois continua em tratamento fisioterápico. Já Rodrigo Lindoso é desfalque praticamente certo, pois não participou do treinamento.

Além de Lindoso e Nonato, o técnico Ricardo Colbachini não poderá escalar os lesionados Rodrigo Moledo, Emerson Santos e Rafael Sobis. Víctor Cuesta está suspenso, após ter recebido o terceiro cartão amarelo. Em compensação, Paolo Guerrero e Bruno Fuchs vão jogar.

Uma provável escalação do time Inter terá Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Roberto e Zeca; Rodrigo Lindoso (Bruno Silva), Edenílson, Patrick, D'Alessandro e Nico López; Paolo Guerrero.

Com 39 pontos, em sétimo lugar, o Inter está dois pontos atrás do rival Grêmio, mas um apenas diante do Bahia.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES