Brasileirão

Em crise ofensiva, Coritiba perde os três centroavantes para o próximo jogo

Sassá: afastado pela diretoria
Sassá: afastado pela diretoria (Foto: Divulgação/Coritiba)

O Coritiba ficou sem centroavantes para a próxima partida. O time volta a campo no domingo às 16 horas, para enfrentar o Vasco, no Couto Pereira, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Dois jogadores dessa posição não podem atuar e a terceira opção é Wanderley, que tem chances remotas de jogar.

Igor Jesus foi expulso na última rodada, no último sábado, na derrota para o Athletico, e agora cumpre suspensão automática.

Sassá foi afastado pela diretoria, que pretende devolvê-lo ao Cruzeiro. O jogador foi flagrado em uma festa no sábado à noite, desrespeitando as normas de isolamento social.

Wanderley, 31 anos, atuou em quatro partidas após a pausa provocada pela pandemia. Ele sofreu lesão em 8 de agosto, há mais de um mês, e o clube não forneceu mais informações sobre o processo de recuperação do jogador.

Com isso, a principal opção para centroavante é o ponta Robson, que já atuou improvisado em funções mais centralizadas. Outra alternativa é o meia-atacante Neilton.

Com a saída de Sassá, a diretoria busca reforços para o ataque. Rodrigo Muniz, 19 anos, destaque dos juniores do Flamengo, é um dos nomes especulados.

CRISE OFENSIVA
O Coritiba é o último colocado em gols marcados (apenas 7 em 10 jogos) e em finalizações certas (média de 2,6 por jogo). É o penúltimo em gols ‘com a bola rolando’, com quatro — no total, três gols da equipe foram marcados em cobranças de pênalti. O time do técnico Jorginho também é o penúltimo em volume de finalizações, com média de 9,3 por jogo. Os dados são do site WhoScored.