Covid-19

Em Curitiba, grávidas são vacinadas com doses da Pfizer

(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitir recomendação para a vacina da AstraZeneca não seja usada em grávidas, a Prefeitura de Curitiba informou que para a imunização desta  parcela da população tem usado a vacina da Pfizer. A informação foi confirmada pela assessoria da Prefeitura na manhã desta terça-feira (11).

Curitiba iniciou a vacinação de gestantes e de mulheres que deram à luz nesta segunda. Segundo a prefeitura, as doses da Pfizer estão disponíveis em 18 pontos de vacinação da capital. As doses estão armazenadas em um ultracongelador do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). De lá, são distribuídas e devem ser usadas em até cinco dias.

Gestantes e mulheres que deram à luz que foram imunizadas contra a gripe precisam aguardar 14 dias para receber a vacina contra a Covid-19, segundo a prefeitura.

Atenção

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba alerta que o imunizante é destinado a pessoas a partir dos 18 anos e quem se vacinou contra a gripe deve aguardar 14 dias antes de receber a vacina anticovid-19.

Para receber a vacina, a pessoa deve apresentar ainda um documento de identificação com foto, CPF, comprovante de residência com endereço válido de Curitiba e uma caneta.

Para facilitar o processo de vacinação e evitar filas, a Secretaria Municipal da Saúde pede que as pessoas preencham antecipadamente o cadastro na plataforma Saúde Já, pelo aplicativo de celular ou pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br