Pandemia

Em dia de recordes de internamentos, 70 são atuados em festa clandestina em bairro de Curitiba

(Foto: PMPR)

A Polícia Militar foi acionada na noite desta quarta-feira, 4, para interromper uma festa clandestina com cerca de 70 pessoas. A festa que tinha até grupo de pagode era realizada em um casa localizada no bairro Boqueirão, em Curitiba, conforme reportagem do telejornal Bom Dia Paraná, da RCP, afiliada da Rede Globo no Paraná.

Todos foram encaminhados para lavratura de Termo Circunstanciado. A ação faz parte da fiscalização da Polícia Militar referente ao decreto estadual nº 6.983/2021, que estabelece medidas restritivas por conta da pandemia.

A abordagem ocorreu após a PM analisar a casa situada na Rua Desembargador Antônio de Paula e, com o apoio de várias viaturas, foi feita a abordagem. O som em alto volume foi verificado antes mesmo de chegarem ao portão.

Os policiais constataram que as pessoas estavam aglomeradas e sem máscara, e havia venda e consumo de bebidas alcoólicas, ações contrárias ao decreto estadual nº 6.983/2021, que veda essas e outras práticas para frear o avanço do coronavírus no Estado. Segundo o Boletim de Ocorrência, ao verem as equipes policiais, as pessoas tentaram colocar máscara, apagaram as luzes e desligaram o som para mascarar a festa clandestina.

Participantes informaram que havia a cobrança de ingresso no valor de R$ 20,00 para homens e R$ 10,00 para mulheres, além de cardápios de bebidas alcoólicas. Os policiais militares conversaram com a responsável pelo local e encaminharam 70 pessoas para o cartório do 20º Batalhão para fazer o Termo Circunstanciado. Dois adolescentes que também estavam na festa foram abordados e liberados com a presença dos responsáveis.