Publicidade
Na Rússia

Em jogo eletrizante, Bélgica vence o Japão e vai enfrentar o Brasil nas quartas

Fellaini comemora o gol da B\u00e9lgica
Fellaini comemora o gol da B\u00e9lgica (Foto: Reprodução/Twitter/FifaWorldCup)

A Bélgica será o adversário do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018, no duelo marcado para sexta-feira às 15 horas (de Brasília), em Kazan. A vaga foi garantida nessa segunda-feira (dia 2) com a vitória por 3 a 2 sobre o Japão.

O Japão chegou a fazer 2 a 0, com gols de Haraguchi e Inui. No segundo tempo, a Bélgica empatou com gols de cabeça de Vertonghen e de Fellaini. O gol da vitória só veio aos 49 minutos do segundo tempo, em contra-ataque finalizado por Chadli. 

DAVI x GOLIAS
Dos 11 titulares do Japão, nove jogam na Europa e um no Japão – o zagueiro Shoji do Kashima Antlers. O goleiro Kawashima estava no Metz (França), mas o contrato acabou. Está livre no mercado.

Mesmo assim, era um duelo de Davi contra Golias. Os 23 convocados do Japão têm valor de mercado médio de R$ 15 milhões. Já a Bélgica o valor é dez vezes superior: R$ 150 milhões por jogador. Os dados são do Transfermarkt. 

A bola aérea também previa um duelo de Davi contra Golias. A média de estatura dos 11 titulares da Bélgica era de 1,85 m. Já o Japão entrou em campo com 1,79 m de média. O segundo tempo provou que a bola alta fez a diferença.

GERAÇÃO BELGA
A Bélgica não fez uma boa partida, mas ampliou sua invencibilidade. Completou 23 partidas sem perder, agora com 18 vitórias e cinco empates. A última derrota foi para a Espanha, em setembro de 2016. 

BÉLGICA 3 X 2 JAPÃO
BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, De Bruyne, Witsel e Carrasco (Chadli); Mertens (Fellaini), Lukaku e Hazard. Técnico: Roberto Martinez
JAPÃO: Kawashima; Sakai, Yoshida, Shoji e Nagamoto; Hasebe, Shibasaki (Yamaguchi), Haraguchi (Honda), Kagawa e Inui; Osako. Técnico: Akira Nishino
Gols: Vertonghen, aos 23 minutos do segundo tempo, Fellaini, aos 28, e Chadli, aos 48 (Bélgica); Haraguchi, aos dois do segundo tempo, e Inui, aos seis (Japão)
Cartões amarelos: Shibasaki (Japão)
Árbitro: Malang Diedhiou (Senegal)
Local: Arena Rostov, em Rostov-On-Don (Rússia)

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES