Publicidade
33 km

Em Pinhais é possível transitar por ciclovias em quase toda a cidade

(Foto: Roberto Dziura Jr)

Nos últimos anos Pinhais investiu em diversas áreas de mobilidade urbana, entre elas está a criação de pistas exclusivas para ciclistas. Com quase 100% das suas ruas pavimentadas, atualmente a cidade conta com aproximadamente 33 km de ciclovias ou ciclofaixas, além de tantos outros quilômetros de vias compartilhadas entre ciclistas e pedestres.

Este modal para ciclistas liga os bairros da cidade, pontos turísticos e ainda espaços de lazer, como os Parques Lineares, estes têm vários atrativos esportivos/recreativos e estão localizados em diversos pontos de Pinhais. Soma-se a estes a Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu, circuito turístico que conta ainda com os municípios de Piraquara e Quatro Barras.

A malha cicloviária de Pinhais, além de ser uma das opções de atividade física e lazer para a população de Pinhais, contribui para o trabalhador que utiliza a bicicleta como meio de transporte no seu dia a dia, agilizando a sua locomoção e contribuindo com a fluidez no trânsito da cidade.

A Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel (PR-415) tem a maior ciclovia da cidade, com mais de 6 km. Ela liga Curitiba a Piraquara e percorre os bairros: Estância Pinhais, Emiliano Perneta, Centro, Pineville, Jardim Amélia, Maria Antonieta e Parque das Águas, fazendo a ligação do extremo oeste com o leste.

A Avenida Maringá, no bairro Emiliano Perneta, que inicia na PR-415, segue sentido Colombo até a Estrada da Graciosa, conta com aproximadamente 2,5 km de ciclovia, e nela já está em construção a segunda fase da duplicação, onde serão construídos mais 1 km de via exclusiva para ciclistas. No outro lado da Avenida Maringá, na Rua 24 de Maio, a ciclovia tem 1,5 km e liga os bairros Estância Pinhais e Weissópolis. Estes dois trechos ligam o sul com o norte da cidade.

No Weissópolis, a Rua Rio Paranapanema ganhou recentemente nova ciclovia, com aproximadamente 2 km, faltando apenas a pintura das faixas, o que acontecerá nos próximos dias. Ainda neste bairro, a Avenida Iraí conta com mais de 2,1 km de pista destinada somente para ciclistas, começando próximo ao Autódromo, seguindo até a divisa com Piraquara, percorrendo ainda o bairro Vargem Grande. Outra rota com mobilidade para ciclista está Avenida Ayrton Senna da Silva, com quase 4 km e percorrendo alguns bairros da cidade.

Além de outras, Pinhais conta ainda com a ciclovia existente dentro do Parque das Águas, com mais de 3 km; as que margeiam o Rio Atuba, no Parque Linear no Estância Pinhais, com cerca de 2km, e no Emiliano Perneta, mais 2 km e que, em alguns trechos, foram construídos recentemente, além das ciclovias no Parque Linear às margens do Rio Iraí, ligando o Weissópolis com o Vargem Grande, onde tem mais de 4 km.

Soma-se ainda a essas ciclovias a ciclofaixa na Rua Guilherme Weiss (Estância Pinhais), com mais de 1 km de extensão, e as pistas localizadas nas ruas Salgado Filho (mais de 1 km - Centro) e Floral (quase 2 km - Alto Tarumã). Além dessas, outras ciclovias estão projetadas para serem concluídas ainda neste ano.

A prefeita de Pinhais, Marli Paulino, explica que as obras na cidade são realizadas para atender a todas as demandas da população e em todos os bairros da cidade. “As obras de mobilidade são fundamentais para a nossa cidade, e as ciclovias são destaques porque aliam a prática esportiva e de lazer, promovendo mais agilidade e segurança no trânsito”.

Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu
Lançada em agosto do ano passado, o circuito para ciclistas é uma iniciativa das Prefeituras de Pinhais, Piraquara e Quatro Barras. Com uma extensão total com mais de 42 km, percorrendo os três municípios, o circuito conta ainda com Rotas Menores Temáticas, com 13 pontos que somadas tem mais de 255 km. Em Pinhais, essas Rotas são divididas em quatro: Cervejeira (10 km), Caminho das Águas (mais de 15 km), Ecológica (mais de 7 km) e Curitiba-Parque das Águas (cerca de 6 km).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES