Publicidade
Futebol

Em reunião, grandes de SP alinham discurso para evitar repetir confusão do Rio

Os quatro principais times de São Paulo seguem alinhados e trabalhando junto em um único planejamento para a retomada das atividades no futebol estadual. Esse é o consenso entre Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos, que se reuniram nesta terça-feira, em encontro virtual que também contou com a participação do presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos.

É uma postura completamente oposta da que tem sido vista no Rio. Por lá, Flamengo e Vasco lideram as iniciativas para retomada do Campeonato Carioca, sendo que o clube rubro-negro voltou aos treinamentos antes mesmo de ter a autorização da prefeitura. Além disso, os dirigentes das equipes participaram na semana passada de reunião com o presidente Jair Bolsonaro para discutir e defender a volta do futebol.

Já Botafogo e Fluminense são contrários ao retorno e nem participaram de reunião com o prefeito Marcelo Crivella sobre o tema. Além disso, ainda não definiram quando voltarão a treinar, em postura reforçada durante o conselho arbitral da competição.

Para evitar confusão e reforçar a união, Andrés Sanchez, Mauricio Galiotte, Carlos Augusto Barros e Silva e José Carlos Peres se encontraram com Carneiro Bastos nesta terça. E mantiveram a postura de que seguirão tomando decisões conjuntas.

Assim, segue firme o planejamento para que a volta aos treinos ocorra no mesmo dia, ocorrendo o mesmo com a realização dos testes para o coronavírus. Não há, porém, qualquer definição de data para isso, o que só ocorrerá a partir do aval autoridades de saúde de São Paulo.

O Paulistão foi paralisado em 16 de março, após a conclusão da antepenúltima rodada da primeira fase. Já o estado de São Paulo segue com medidas de isolamento social até o fim de maio, sendo que a expectativa é para que o governador João Doria anuncie novas ações para junho nesta quarta-feira, o que pode incluir até mesmo a ampliação das restrições, em algumas regiões, como a capital.

Além disso, os clubes e a FPF reforçaram a postura de que seguirão atentos e respeitando as determinações das autoridades para a volta do Paulistão. Anteriormente, federação e clubes haviam definido que o torneio será encerrado dentro de campo, sem alterações no regulamento de disputa, a não ser a liberação para inscrição de novos jogadores.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES