Publicidade
Para onde ir depois do Covid-19

Em tempos de coronavírus, que tal um tour virtual pelo Paraná?

Em tempos de isolamento por causa do coronavírus, em que uma viagem para qualquer lugar do Estado, do País ou do mundo é desaconselhável, o momento pode ser de planejamento para quando a situação se normalizar. E, se você está em isolamento em casa, pode aproveitar esse tempo para pesquisar e conhecer virtualmente os destinos locais, nacionais e, porque não, internacional.

O governo do Paraná mantém uma página na internet que dá um panorama geral das cidades e atrativos turísticos do Estado. É só procurar pelo Viaje Paraná na internet (http://www.viajeparana.com/). Na página é possível pesquisar pelas cidades, por temas, festas, entre outros.
Parques temáticos, em sua maioria, estão fechados desde o decreto do governo do Estado, em meados de março. Mas, o tour virtual pode ser feito nas suas páginas na internet.

Da mesma forma, municípios que têm no turismo uma grande atividade, também mantêm sites estruturados sobre seus atrativos. O site das Cataratas do Iguaçu traz logo que aberta uma mensagem avisando que esté fechada para visitação desde 18 de março, mas ainda deixa em aberto a visualização dos principais atrativos.
Fora do Paraná, alguns destinos famosos no País promovem ações que levam o internauta a experimentar uma viagem sem sair de casa. A Prefeitura de Maceió, por exemplo, proporciona uma experiência do tipo. A campanha Maceió Até Você, a cargo da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, permite acessar uma plataforma digital multimídia, onde é possível, além de percorrer os principais pontos turísticos da capital alagoana em vídeos 360º, montar roteiros e ouvir músicas de artistas da terra, entre outras atividades.

Iniciativa semelhante é desenvolvida pela Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco. A partir de stories no perfil Descubra Pernambuco do Instagram, o interessado pode conhecer à distância as variadas praias do estado.

Em uma semana

Mais de 26 mil brasileiros voltam do exterior
O transporte aéreo de passageiros em tempos de pandemia de coronavírus tem sido muito importante para quem deseja voltar para o Brasil. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), de 23 a 29 de março, 25.615 pessoas, de 27 países diferentes, retornaram ao país por meio de empresas privadas. Os números se somam aos esforços do Governo Federal para repatriar brasileiros no exterior, que reúne uma força-tarefa por meio dos ministérios do Turismo e das Relações Exteriores, da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e Embratur. As informações são da Agência do Ministério do Turismo.
A Abear estima que 65% dos quase 26 mil passageiros que vieram nesse período são brasileiros. Os outros 35% são formados por passageiros latino-americanos que se conectaram em Guarulhos para voltar às suas cidades de residência. Só no dia 24 de março foram 7.300 viajantes que desembarcaram no Brasil.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES