Publicidade
Segurança pública

Em um ano, 100% dos casos de crianças desaparecidas foram solucionados

(Foto: PCPR)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) solucionou 100% dos casos de desaparecimento de crianças ocorridos em 2018 e 2019 em todo Estado. No primeiro quadrimestre de 2020 a eficiência se manteve: todos os casos foram solucionados. Nos quatro primeiros meses deste ano houve 61 casos no Paraná, nove deles em Capital, cinco na Grande Curitiba e 47 no Interior.

Em 2018, foram registrados 237 casos – 24 em Curitiba, 44 na RMC e 169 em outros municípios paranaenses. Em 2019, foram comunicados 224. Houve 34 em Curitiba, 40 na RMC e 150 casos no Interior.

De acordo com a delegada Patrícia Paz, responsável pela unidade que investiga casos de crianças desaparecidas no Estado, a PCPR é pioneira no Brasil a implementar uma unidade especializada com este fim: o Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride).

“Além do ótimo desempenho na resolução dos casos, a PCPR também realiza trabalhos preventivos, como campanhas para conscientizar da população acerca da temática, bem como orientar os pais ou responsáveis para evitar novos desaparecimentos”, afirma a delegada.

DIA INTERNACIONAL -  O Dia Internacional da Criança Desaparecida (25 de maio) tem o objetivo de alertar os cidadãos sobre todas as questões que podem estar relacionadas com o desaparecimento de crianças.

Segundo a Polícia Civil, o índice de casos solucionados demonstra a importância que a PCPR dá a esses casos, não medindo esforços para manter a eficiência quanto à localização dos desaparecidos. É dessa forma que a PCPR lembra a data.

CAMPANHA - Durante todo ano, a PCPR promove campanhas em locais de grande circulação de pessoas e escolas para orientar pais, responsáveis e até as próprias crianças sobre prevenir desaparecimentos.

Neste ano, durante o Verão Maior – uma série de ações para atender veranista e a população do Litoral durante a temporada de verão – a PCPR realizou diversos eventos para alertar a população sobre como evitar esse tipo de situação e de que forma agir quando acontece.

Foram distribuídas cartilhas educativas, além de pulseirinhas para as crianças, contendo informações dos responsáveis. Os policiais civis também conversaram com as crianças com o intuito de conscientizá-las sobre os perigos ao se distanciarem de pais e responsáveis.

INVESTIGAÇÕES CONTÍNUAS - Desde 1982, a PCPR tem 27 casos de crianças que ainda estão desaparecidas. Todos os continuam sendo investigados e denúncias recebidas são apuradas pelos policiais civis. A PCPR também faz a progressão de idade das crianças, a divulgação de como estaria a aparência delas hoje, para potencializar a investigações.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA - Não é necessário esperar 24 horas para fazer o Boletim de Ocorrência (BO). Isso vale para desaparecidos de qualquer idade. O registro pode ser feito de forma imediata pela internet, ao menor sinal ou suspeita de desaparecimento, no Portal da PCPR, em Registrar Ocorrência de Pessoa Desaparecida.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES