Trânsito

Em uma década, frota de veículos no Paraná cresce mais de 50%

Em Curitiba, crescimento  da frota foi de 22,69%, menor  que o aumento no Estado
Em Curitiba, crescimento da frota foi de 22,69%, menor que o aumento no Estado (Foto: Franklin de Freitas)

O Paraná está cada vez mais motorizado. E uma prova disso é o expressivo crescimento que a frota de veículos registrou no estado ao longo da última década. Conforme dados do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), entre dezembro de 2010 e dezembro de 2020 o número de automóveis, caminhões e motocicletas (entre outros) teve avanço de 51,97% no estado.

No último mês da década passada haviam 5.041.846 veículos no estado. Já em dezembro do ano passado, a frota somava 7.661.859 unidades. Com isso, o número de veículos por habitante no estado também teve um expressivo aumento, passando de 0,48 para 0,67. Na prática, isso significa que há 10 anos havia, no Paraná, cinco veículos para cada dez habitantes. Hoje, já são quase sete veículos para cada dez habitantes, em média.

O crescimento mais expressivo da frota foi verificado ainda na primeira metade da década, quando a frota paranaense chegou a crescer em mais de 300 mil veículos por anos entre 2011 e 2014. Com a crise econômica e política que se instalou na sequência, houve uma desaceleração expressiva do crescimento - em 2016, por exemplo, foram menos de 150 mil novos veículos entrando na estatística da frota. Ainda assim, a tendência é de crescimento persistente.

Analisando os dados mês a mês, por exemplo, verificamos que desde outubro de 2016 só tem crescido o número de veículos registrados no Paraná. A última queda foi registrada um mês antes, em setembro, quando o estado “perdeu” 10.769 unidades na comparação com o mês de agosto, somando, à época, um total de 6.786.844 veículos.

Interessante notar também o quão expressivo é o crescimento da frota em relação ao avanço da população. Em 2010, o Censo apontava que haviam 10.444.526 pessoas no estado. Em 2020, a estimativa do IBGE já era de 11.516.840 paranaenses. Temos, portanto, um crescimento populacional de 10,27% no período analisado.

Assim sendo, enquanto o Paraná ganhou mais 1.072.314 habitantes em uma década, a frota de veículos somou mais 2.620.013 unidades. Na prática, então, a “população de carros” no Paraná cresceu 2,44 vezes mais que a população de pessoas.

SAIBA

Em Curitiba há três veículos para cada quatro pessoas

Embora também tenha visto a frota de veículos crescer ao longo da última década, Curitiba não teve um aumento tão expressivo no número de veículos registrados. Em dezembro de 2010 a frota curitibana somava 1.197.974 unidades. Dez anos depois, já eram 1.469.805 veículos, um crescimento de 22,69% no período analisado

Dessa forma, temos que, no final de 2010, o estado apresentava uma taxa de 0,68 veículos para cada habitante. Em 2020, já era 0,75. Ou seja, antes haviam dois veículos para cada três pessoas. Hoje já são três veículos para cada quatro habitantes.

Novamente, o aumento mais expressivo foi verificado na primeira metade da década. Entre 2011 e 2014, por exemplo, foram cerca de 50 mil novos veículos entrando na conta da frota curitibana. Nos anos mais recentes, porém, chegaram a ser verificadas quedas em 2016 e 2017 (na comparação com os anos anteriores), mas a partir de 2018 foi retomada a tendência de crescimento, com 33.727 veículos somando à frota do estado em 2019 e outros 19.690 em 2020.

Carros

Evolução da frota de veículos no Paraná
(dados de dezembro de cada ano)

2020: 7.661.859
2019: 7.453.198
2018: 7.214.384
2017: 7.006.547
2016: 6.849.066
2015: 6.699.897
2014: 6.489.289
2013: 6.159.417
2012: 5.797.871
2011: 5.426.699
2010: 5.041.846

Evolução da frota de veículos em Curitiba
(dados de dezembro de cada ano)

2020: 1.469.805
2019: 1.450.115
2018: 1.416.388
2017: 1.401.153
2016: 1.405.123
2015: 1.415.987
2014: 1.406.049
2013: 1.350.462
2012: 1.304.753
2011: 1.255.820
2010: 1.197.974

Fonte: Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR)