Alimentoação

Empresa doa álcool e espuma higienizadora para população vulnerável do Paraná

(Foto: Reprodução)

A Baston Aerossóis doa nesta segunda-feira (3) 10 mil unidades de álcool e espuma higienizadora da marca Above para atender à população paranaense que ficou vulnerável durante a pandemia. As doações serão entregues ao projeto “Alimento Ação”, iniciativa de várias entidades ligadas a programas de combate à fome, como Rotary Club, Lions Clube, Banco de Alimentos Metropolitano de Curitiba e Fundação Brasil de Arte e Cultura.

“O projeto tem foco na arrecadação de alimentos para atender às necessidades das famílias cujos responsáveis perderam seus empregos durante a pandemia. Estamos aderindo a essa campanha oferecendo nossos produtos para que essas pessoas possam garantir a higienização das mãos no manuseio e consumo desses alimentos, contribuindo para prevenir a propagação do coronavírus. É importante que todas as empresas paranaenses participem desse movimento com o que têm para oferecer e compartilhar”, afirma Gustavo Bacila, presidente da Baston.

O projeto Alimento Ação aceita doações físicas e online. As doações físicas podem ser entregues nas lojas dos supermercados Tissi e Super Astral em Curitiba e municípios da região metropolitana. As doações online devem ser feitas por meio do site do projeto (www.alimentoacao.org.br).

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, o número de brasileiros desempregados já passa de 14 milhões de pessoas. Pesquisa realizada pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan) revelou que, nos últimos meses de 2020, cerca de 19 milhões de brasileiros passaram fome e mais da metade dos domicílios no país enfrentou algum grau de insegurança alimentar.

“O Alimento Ação está ajudando não só pessoas, mas também contribui com o Banco de Alimentos Metropolitano de Curitiba, que vai ser o legado do projeto. Muita campanha como esta tem começo, meio e fim, mas a nossa proposta é que este seja um movimento permanente”, explica Paulo Malucelli, representante da Fundação Brasil de Arte e Cultura e um dos idealizadores do projeto.

A movimentação, coleta e transporte dos alimentos ficará a encargo do Exército Brasileiro, que também fará o transporte entre os centros de distribuição para as entidades cadastradas no projeto.


SERVIÇO
Projeto Alimento Ação

Site: www.alimentoacao.org.br