Publicidade
LTDA

Empresário assume comando de clube-empresa com passivo de R$ 20 milhões

O departamento de futebol do São Caetano, que é um clube-empresa, está de comando novo. Nesta segunda-feira, o empresário Fernando Rocha Garcia, diretor-proprietário da Detrilog Construções e Serviços Ambientais, assumiu o São Caetano Futebol LTDA.

No contrato, que não tem prazo de duração, Fernando Rocha Garcia ficou responsável por assumir as dívidas - em torno de R$ 20 milhões - e colocar a casa em ordem projetando os acessos na Série A2 do Campeonato Paulista e na Série D do Campeonato Brasileiro, ainda nesta temporada.

"Gosto de futebol. Estava há algum tempo procurando um clube e houve uma aproximação com o São Caetano. Queremos resgatar os anos de glória. Foi feito uma transação para assumir o passivo. A intenção é organizar, botar a folha em dia e começar a arrumar", disse o empresário.

O time do ABC viveu seu auge no início dos anos 2000, sendo vice-campeão brasileiro ao perder o título para o Vasco, no Maracanã. No ano seguinte voltou a ser vice-campeão, desta vez perdendo para o Athletico-PR. Em 2002 sagrou-se vice-campeão da Copa Libertadores ao eliminar clubes tradicionais e perder o título para o Olímpia, do Paraguai. Chegou ao título paulista em 2004, sob o comando do técnico Muricy Ramalho.

O São Caetano vem passando por algumas mudanças nos bastidores desde o final do ano passado, quando o empresário Saul Klein anunciou sua saída do clube que ajudou durante 20 anos após se tornar acionista majoritário da Ferroviária. Além disso, Nairo Ferreira de Souza, que presidiu o clube por três décadas, estava afastado e com papel indefinido no clube.

Em janeiro deste ano, o São Caetano anunciou a chegada do experiente Paulo Pelaipe, ex-Flamengo, como executivo de futebol. Mas sua passagem pelo clube do ABC paulista durou apenas até o fim de maio.

Apesar dos problemas financeiros, com salários atrasados, o time está na quinta colocação da Série A2 do Campeonato Paulista. Faltam três rodadas para a fase classificatória, mas o time treinado por Alexandre Gallo tem condições de brigar pelo acesso.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES