Publicidade
Mercado da bola

Emprestado pelo Paraná Clube, lateral Cristovam tem futuro incerto no Guarani

Cristovam
Cristovam (Foto: Arquivo Bem Paraná)

Cristovam é um dos atletas em fase final de contrato com o Guarani. O lateral-direito está emprestado pelo Paraná Clube até quinta-feira, mas ainda tem futuro incerto na carreira.

O Guarani já iniciou tratativas com o clube paranaense para viabilizar renovação até o final da Série B do Campeonato Brasileiro, mas o impasse ainda cria cenário nebuloso.

Inicialmente, o time alviverde adota otimismo na negociação e muito interesse na permanência do camisa 2, cuja contratação foi aprovada pelo técnico Thiago Carpini.

A ideia é que siga em Campinas para fazer a 'dobradinha' com Pablo pela ala direita - a estratégia foi usada em alguns jogos do Campeonato Paulista.

Nas últimas semanas, o Departamento de Futebol entrou em contato com a cúpula paranaense para discutir a possibilidade de novo acordo. O plano é acertar novo empréstimo mediante pagamento do salário, como já é atualmente.

"É provável que permaneça até o fim do Campeonato Brasileiro, mas ainda não está nada definido. Até o final desta semana nós teremos uma posição concreta", revelou o empresário Tiago Reinis, que cuida da carreira do atleta.

Cristovam foi contratado pelo time paranaense após o Estadual de 2017, quando foi um dos protagonistas na campanha do acesso ao Campeonato Brasileiro. No momento, o salário é um pouco fora da realidade do clube.

O Guarani adota cautela no negócio, mas com certa dose de otimismo. Em Curitiba, não está descartada a possibilidade de o atleta ser 'repatriado' para a disputa da Série B, até para não reforçar um 'rival' nos pontos corridos.

Nunca é tarde para lembrar que, no Brinco de Ouro da Princesa, Cristovam se sente 'em casa'. Ele optou em continuar no Brasil no começo do ano após ter negócio fechado com o Tractor Club, um dos mais tradicionais do Irã, mas recuou por tensão militar na Ásia.

No momento, a equipe dirigida por Allan Aal conta com apenas Paulo Henrique na posição e tem correspondido às expectativas - Rafael França, então emprestado pelo Vasco, será devolvido, o que aumenta necessidade de mais uma alternativa no elenco.

O ala tem acordo com o Paraná até o fim deste ano, mas se mostra motivado no clube atual e entusiasmado para disputar a Série B.

"Pelo Paraná, essa situação não se definiu e nem vai definir. Isso só será feito quando retomar o futebol. Só vamos ter tratativas sobre renovações com uma posição oficial da CBF, por mais que a nossa relação com o Guarani seja boa", falou o presidente Leonardo de Oliveira.

"Antes de tudo, estamos esperando a situação da pandemia do novo coronavírus ser resolvida. Ainda não conversamos com o Guarani sobre nenhum molde contratual", finalizou o cartola.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES