Publicidade
Fomento

Empréstimos para ‘pequenos’ crescem 5 vezes em dez anos no Paraná

A proprietária do Vital Pet Container, Ludmila Vital, conseguiu um microcrédito de R$ 19 mil na Fomento Paraná no fim de 2019
A proprietária do Vital Pet Container, Ludmila Vital, conseguiu um microcrédito de R$ 19 mil na Fomento Paraná no fim de 2019 (Foto: Franklin de Freitas)

O apoio aos microempreendedores e pequenas empresas ganhou força no Paraná nessa década. A Fomento Paraná vem abraçando essa causa e facilitando os empréstimos para esse grupo.

Em 2010, a instituição financeira, que pertence ao Estado do Paraná, fez 1.659 contratos de microcrédito, totalizando R$ 10,4 milhões. Em 2019, até 31 de outubro, já eram 4.455 contratos com volume total de R$ 51,8 milhões. A previsão é que 2019 feche com R$ 60 milhões.

Nesse cálculo, claro que é necessário considerar a inflação do período. Entre janeiro de 2010 a outubro de 2019, foi de cerca de 85%, segundo o IGP-M. Ou seja, mesmo assim o crescimento dos contratos da Fomento Paraná é expressivo.

O microcrédito é uma linha de financiamento limitada a R$ 10 mil para cada pessoa física. E de até R$ 20 mil para pessoa jurídica com faturamento de até R$ 360 mil ao ano.

Esses valores têm forte impacto na base da economia. “Esse montante é bem pulverizado. Tem impacto gigante no emprego e na renda nos municípios”, explica Renato Maçaneiro, diretor de Mercado da Fomento Paraná. “Em microcrédito, temos 100 milhões rodando na economia do Paraná. São os R$ 50 milhões até 2018 e mais os R$ 50 milhões contratados em 2019”, diz.

Um dos motivos para o crescimento dessa modalidade de empréstimo é a praticidade. “O Governo do Estado se modernizou. Antes, demorávamos 30 ou 40 dias para liberar o microcrédito para o empreendedor, para o empresário. Agora modernizamos. A média agora é de três a quatro dias para entregarmos o crédito”, conta Maçaneiro. “Tenho casos que a pessoa leva toda a documentação pela manhã e entregamos o crédito à tarde, no mesmo dia”, afirma.

 

Vantagens em relação aos bancos

A Fomento Paraná tem outros três atrativos em comparação com os bancos privados: o valor dos juros, o prazo para pagamento e a ausência dos 'serviços casados'. “Nosso diferencial é apresentar juros mais baixos que os bancos. Eles precisam lucrar. Nosso objetivo aqui é gerar emprego e renda no Estado, mas sem ser deficitário”, diz o diretor de Mercado da Fomento Paraná, Renato Maçaneiro. “E temos prazos maiores em relação aos bancos. Aqui nosso microcrédito chega a 36 meses de prazo. Os bancos trabalham normalmente com 12, 18 meses”, completa.

“Não temos serviço casado. Se você tem conta no Itaú, por exemplo, nós vamos creditar o dinheiro lá para você. Não vendemos outro serviço. Não tem que fazer conta corrente com a gente, não tem que fazer cartão, não tem que fazer seguro, nem título de capitalização. Os bancos tradicionais normalmente querem uma contrapartida para tomar esse crédito. E o custo efetivo deles é muito superior”, afirma.

 

O CRESCIMENTO DO MICROCRÉDITO

Da Fomento Paraná, de 2010 a 2019

Ano       Contratos           Valor total

2010      1.659     R$ 10,4 milhões

2018      4.605     R$ 53,1 milhões

2019*    4.455     R$ 51,8 milhões

*Valores até de 31 de outubro de 2019

 

COMO CONSEGUIR O CRÉDITO

- Acesse Fomento.pr.gov.br

- Ou telefone para 41-3200-5900

- Na capa do site, é possível fazer uma simulação com três dados: valor do crédito, prazo de pagamento e prazo de carência

- No site, no menu ‘Empréstimos e Financiamentos’, todas as modalidades de crédito estão apresentadas, com a lista de documentos necessários

- Para contratar o crédito, é preciso ir pessoalmente com a documentação à Fomento Paraná, que em Curitiba fica na rua Comendador Araújo, 652, no Batel

 

NO INTERIOR

- A Fomento Paraná conta com 262 agentes de crédito, distribuídos em 216 postos de atendimento em 205 municípios

- Os agentes fazem o atendimento aos empreendedores e oferecem linhas de crédito que vão até R$ 20 mil

- Para encontrar o agente de crédito mais próximo, é só acessar o mapa no site: Fomento.pr.gov.br/#mapa-form

 

FOMENTO PARANÁ

- Iniciou as atividades em 1999

- Hoje tem ativos que somam mais de R$ 2 bilhões

- Carteira de crédito com saldo de R$ 1,2 bilhão

 

Proprietária de Pet Shop consegue alívio nas contas

A proprietária do Vital Pet Container, Ludmila Vital, conseguiu um microcrédito de R$ 19 mil na Fomento Paraná no fim de 2019. O valor ajudou a escapar dos altos juros do cartão de crédito. “Usei o microcrédito para giro de caixa. Esse giro de caixa me ajudou. Antecipei todas as linhas de cartão de credito. Aí ficou com juros mais baixos do que os de antecipação”, explicou. “Me ajudou a trabalhar com mais folga”, disse.

Ludmila chegou a procurar bancos privados, mas as taxas eram maiores que a instituição financeira estatal. “A taxa (na Fomento Paraná) foi boa. Já tinha procurado em outros bancos, com taxas maiores”, contou.

O tempo e a documentação necessária também não foram problema. “Não demorou. Fui atendida, passei pela avaliação de dois profissionais. Eles perguntaram um pouco sobre meu negócio, meu pet shop, qual a finalidade do meu negócio, qual a finalidade do giro de caixa”, disse. “Em sete dias o valor já estava na conta. Na verdade, demorou mais para eu juntar os papéis do que para eles liberarem o crédito”, explicou.

O pet shop de Ludmila Vital funciona dentro de um container, no bairro Bigorrilho, em Curitiba.

 

Banco da Mulher Paranaense

O Governo do Paraná lançou em 2019 o Banco da Mulher Paranaense, com o objetivo de incentivar o empreendedorismo feminino em todos os setores econômicos. Gerenciado pela Fomento Paraná, o programa oferece financiamentos com taxas de juros mais baixas para apoiar pequenos negócios que tenham mulheres como proprietárias ou sócias. O crédito varia de acordo com o porte do empreendimento e vai de R$ 1 mil a R$ 500 mil, com taxas de juros a partir de 0,98% ao mês no microcrédito, e a partir de 0,46% ao mês para micro e pequena empresa. As linhas são voltadas desde empreendedoras informais, autônomas e Microempreendedoras Individuais (MEI), com faturamento anual de até R$ 360 mil, até micro e pequenas empresas com faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões.

O grande atrativo é a taxa de juros abaixo do mercado. O objetivo do governo é incentivar a mulher paranaense a abrir ou ampliar negócios, gerar empregos e se tornar micro ou grande empresária.

 

Apoio às Prefeituras

Além dos programas de financiamento aos empreendedores de micro, pequeno e médio porte, a Fomento Paraná atua como agente financeiro em programas destinados ao setor público, que são financiamentos aos municípios paranaenses. Normalmente, Prefeituras do Paraná usam esse crédito para obras e aquisição de equipamentos. Em 2019, entre janeiro e outubro, foram 69 contratos da Fomento Paraná com prefeituras paranaenses, totalizando um valor de R$ 151 milhões.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES