Publicidade

Enfermeiros plantonistas poderão ter cômodo para descanso

Profissionais de enfermagem que atuam em estabelecimentos de saúde no município de Curitiba poderão contar com cômodos para repouso. É o que pede o projeto de lei apresentado pelo vereador Dirceu Moreira, do PSL.   A categoria tem uma carga extenuante e é desumano encarar um plantão sem um espaço adequado para atender a necessidade de repouso dos profissionais de enfermagem, declarou Dirceu Moreira

Sobre os intervalos para descanso dos enfermeiros, o projeto determina que os profissionais cujo período de trabalho seja de doze horas ou mais, poderão desfrutar de duas horas. Para os que trabalhem em plantões de 6 a doze horas, o intervalo será de uma hora e, para os que exercem a atividade por um período de 4 a 6 horas, o intervalo será de quinze minutos.

O texto de justificativa do projeto esclarece que entre os anos de 1980 e 1985, de acordo com estudos levados a cabo pelos institutos franceses Inserm (Institut National de La Santé et de La Recherche Médicale) e CNRS (Centre National de La Recherche Scientifique) em dez hospitais da França, foi identificada a incidência dos seguintes problemas de saúde entre os enfermeiros: fadiga, perturbação do sono e a apresentação de problemas psiquiátricos. 

Para Moreira esses problemas também acontecem no Brasil, daí a necessidade de regulamentação dos locais de trabalho dos enfermeiros e demais profissionais da área. Ele sugere multa em dinheiro em caso de descumprimento da norma. Todos saem ganhando: o profissional que passa a ser valorizado e a população que é beneficiada com melhor atendimento, pois o profissional estará descansado para assumir mais um período de trabalho. O trabalho de enfermagem exige total doação de seus profissionais, tendo em vista a necessidade de se colocar constantemente à disposição do paciente, avalia o vereador.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES