Publicidade
Bilheterias

Entre 12 Estaduais, Campeonato Paranaense é o segundo com maior prejuízo

Torcida do Coritiba no Couto Pereira
Torcida do Coritiba no Couto Pereira (Foto: Valquir Aureliano)

O Campeonato Paranaense é o segundo com maior prejuízo em bilheterias, entre 12 estaduais avaliados pelo Bem Paraná. A competição tem renda líquida negativa R$ 6 mil por jogo. Só o Carioca fica atrás, com renda líquida negativa de R$ 25 mil por jogo. O líder é o Paulistão, com R$ 168 mil por partida, seguido pelo Gaúcho, com R$ 85 mil por jogo. Os dados são do site Srgoool.

Clique aqui para ver os clubes paranaenses com melhor desempenho em bilheterias em 2019.

O levantamento considera os dados divulgados no borderô, documento oficial sobre a arrecadação e as despesas de cada partida. Nele, constam a arrecadação com os ingressos vendidos e as despesas para realização do jogo (ambulância, limpeza, segurança privada, impostos, taxas, arbitragem e confecção de ingressos).

Os sócios não entram na renda líquida, já que não pagam ingressos. Os sócios aparecem apenas na renda bruta, com o valor simbólico de R$ 20 por cada. Isso é feito para que sejam realizados os descontos proporcionais ao público presente (taxas e impostos).

Em média de público, o Paranaense é o quinto colocado, com 2.896 pagantes por jogo. Só fica atrás do Paulistão (7.641), do Carioca (5.808), do Mineiro (3.938) e do Gaúcho (3.397).

RENDA LÍQUIDA DOS ESTADUAIS EM 2019

Competição

Renda líquida por jogo

Média de público

Paulistão

R$ 168 mil

7.641

Gaúcho

R$ 85 mil

3.397

Pernambucano

R$ 20 mil

1.950

Catarinense

R$ 19 mil

2.590

Mineiro

R$ 14 mil

3.938

Baiano

R$ 11 mil

2.876

Goiano

R$ 9 mil

1.858

2ª divisão do Paulistão

R$ 4 mil

1.243

3ª divisão do Paulistão

R$ 2 mil

553

Cearense

- R$ 2,5 mil

1.445

Paranaense

- R$ 6 mil

2.896

Carioca

- R$ 25 mil

5.808



Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES